Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1420
Tipo: Dissertação
Título: O técnico agrícola e a educação ambiental: diálogos e reflexões em busca da problematização e superação de situações-limites
Autor(es): Barbosa, Leila Cristina Aoyama
Abstract: A grande transformação e os problemas sócio-ambientais ocasionados ao ambiente, resultado das atividades humanas degradantes à natureza e interessadas em manter o capitalismo como modelo operante de sistema, merece uma reflexão em sociedade. Sabe-se que a busca do desenvolvimento sustentável é função de todo ser social; entretanto identificamos que algumas profissões, por seu contato mais direto ao ambiente, necessitam urgentemente de discutir abertamente sobre a temática. Vislumbra-se, a partir dessa discussão e entre as profissões ligadas à prática no campo, a oportunidade de trabalhos em educação ambiental. Este trabalho buscou conhecer a realidade de um ambiente e comunidade escolar, por meio de um curso do ensino técnico, a partir de inquietações sobre o modo de como a transversalidade da educação ambiental se apresenta em dois currículos do curso Técnico em Agricultura. A investigação foi realizada na Escola Técnica Estadual de Rondonópolis/MT, tendo por sujeitos de pesquisa as três turmas existentes do curso e seus professores. As questões orientadoras do estudo referiam-se a: 1) articulação entre educação ambiental e conhecimentos científicos existente no currículo do curso em questão, 2) diagnóstico da percepção ambiental de professores e alunos do curso Técnico em Agricultura, e 3) intervenção no curso a partir de uma atividade de extensão elaborada para ampliar a consciência ambiental dos estudantes. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, do tipo estudo de caso, com a utilização de instrumentos metodológicos diversos, como: análise documental para investigação do projeto pedagógico e planos de curso da instituição; entrevista semiestruturada aos professores para identificação de suas concepções de meio ambiente e educação ambiental e; questionários, opiniário e elaboração de mapas mentais para avaliar a percepção ambiental dos estudantes. A partir da análise destes três elementos, foi proposta uma atividade de extensão, de 20 horas, utilizando fotografias do meio ambiente local, relacionado à agricultura, para a problematização de situações e com a finalidade de discutir o papel do técnico agrícola frente à educação ambiental e a influência do Agronegócio sobre a sociedade local. Fundamentado na dialogicidade e problematização e na formação do sujeito ecológico de consciência crítica, os referenciais teóricos utilizados foram as idéias do educador Paulo Freire e os princípios da Educação Ambiental Crítica. Pelo levantamento preliminar das condições locais, nota-se que, assim como seus professores, os estudantes do curso Técnico em Agricultura apresentam visão restrita de educação ambiental voltada apenas para a conservação da natureza. Também nota-se a forte influência da concepção bancária de educação entre alunos e professores. Como resultado da atividade de extensão proposta, observa-se o forte potencial das fotografias como material gerador da problematização; entretanto, a atividade não se mostrou bem sucedida à alteração da consciência transitiva ingênua dos estudantes para o papel de educador ambiental em sua futura profissão e para as relações entre os impactos ocasionados pelo setor do Agronegócio sobre o ambiente e sociedade.
Palavras-chave: Educação Ambiental
Percepção Ambiental
Ensino Profissional e Técnico
Fotografia
Fotografia
Educação
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1420
Data do documento: 2010
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Ensino de Ciências

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Leila Aoyama Barbosa.pdf5,93 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.