Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1401
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorPais, Luiz Carlos-
dc.contributor.authorSales, Antonio-
dc.date.accessioned2012-05-18T19:20:14Z-
dc.date.available2012-05-18T19:20:14Z-
dc.date.issued2010-
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1401-
dc.description.abstractO presente estudo foi desenvolvido com acadêmicos de um curso de Licenciatura em Matemática, mais especificamente na disciplina de Geometria Euclidiana tendo como objetivo pesquisar o processo de desenvolvimento da argumentação, tanto explicativa quanto justificatória, na resolução de tarefas dessa disciplina. O desenvolvimento da argumentação ingênua para a argumentação lógica; do discurso do cotidiano, sem forma definida, e do discurso didático, coloquial, para o discurso sistemático e embasado em uma teoria foi o enfoque da pesquisa. Foi adotada como método a Etnografia aplicada à educação na perspectiva de Marli André, Menga Lüdke e Bronislaw Malinowsky. Seguiu-se, como Referencial Teórico, os parâmetros da Teoria Antropológica do Didático, conforme os pressupostos de Yves Chevallard, Marianna Bosch e Josep Gascón. Foram analisados pela TAD: o desenvolvimento da argumentação, as articulações entre objetos, as técnicas aplicadas e a pertinência do suporte teórico utilizado na justificação dos passos das técnicas. A análise da estrutura do argumento justificatório foi processada em conformidade com o esquema elaborado por Stephen Toulmin. Os resultados indicam que o desenvolvimento da argumentação para a demonstração é possível e que é possível também elaborar uma organização didática que contribua para que os acadêmicos entrem na obra matemática. Dentre os resultados destaca-se a produção de um teorema em sala de aula com o envolvimento dos acadêmicos.pt_BR
dc.description.abstractThis present study was developed with academics of Licenciature in Mathematics, more specifically the discipline of Euclidean geometry with the objective of researching the process of developing the argumentation both explanatory and justificatory, in solving tasks of this discipline. The development of naive argumentation for the argumentation logic; of everyday discourse, without defined form, and it didactic discourse, colloquial speech, for the systematic and based speech in a theory was the approach of the research. It was adopted as a method to ethnography applied to education for Marli André, Menga Lüdke and Bronislaw Malinowski. Followed, as a theoretical, the parameters of Anthropological Theory of the Didactic, as the assumptions of Yves Chevallard, Marianna Bosch and Josep Gascón. Were analyzed by TAD: the development of the argumentation, the relationship between objects, the techniques used and the relevance of the theoretical support of the justification of the steps of the techniques. The analysis of the structure of the justificatory argument was processed in accordance with the scheme developed by Stephen Toulmin. The results indicate that the development of the argument for the demonstration is possible and that is possible also to elaborate a didactic organization that contributes so that the academics enter in the mathematical workmanship. Amongst the results it is distinguished production of a theorem in classroom with the envolvement of the academics.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectMatemática - ensinopt_BR
dc.subjectArgumentaçãopt_BR
dc.subjectEtnografiapt_BR
dc.subjectLivro Didáticopt_BR
dc.subjectDidáticapt_BR
dc.subjectEnsinopt_BR
dc.subjectGeometria Euclidiana - ensinopt_BR
dc.subjectAntropologia Cultural e Socialpt_BR
dc.titlePráticas argumentativas no estudo da geometria por acadêmicos de Licenciatura em Matemáticapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Educação (Campus de Campo Grande)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Antonio Sales_tese.pdf4,15 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.