Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/922
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Título: Influencia da suplementação com cultura de levedura na digestibilidade, fermentação ruminal e ganho de pesso de bovinos de corte
Autor(es): Gattass, Carlos Borges Assumpção
Abstract: Este trabalho avaliou os efeitos da inclusão de cultura de levedura (Saccharomyces cerevisiae cepa 1026)no ganho de peso, sobre o consumo e a digestibilidade aparente da matéria seca (MS) matéria organica (MO) proteína bruta (PB) extrato etéreo (EE), fibra em detergente neutro (FDN), fibra em detergente ácido (FDA), hemicelulose (HCEL), carboidratos totais (CHOT) e carboidratos não estruturais (CNE). Foram realizados dois experimentos utilizando novilhos 1/2 Red Angus 1/2 Nelore alimentados com volumoso à base de silagem de parte aérea de sorgo (50% da MS) e concentrado contendo casca de soja peletizada, sorgo em grão moído, uréia e núcleo mineraloprotéico (50% da MS). Em ambos os experimentos utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado e os tratamentos foram a inclusão ou não de Saccharomyces cerevisiae (1 g/100 kg de peso vivo à dieta, em duas das quatro refeições diárias. No primeiro experimento foram mantidos em sistema de confinamento quatro grupos com 40 animais cada, dois com suplementação (grupo levedura) e dois sem suplementação (grupo controle) e no segundo experimento 10 animais fistulados no rúmen foram igualmente distribuídos nos tratamentos. Não houve diferença (P>0,05) entre os tratamentos em relação ao consumo e a digestibilidade aparente da MS, MO, PB, EE, FDN, FDA, HCEL, CHOT e CNE. Para os valores de ganho de peso também não houve diferença (P>0,05) entre os tratamentos. Estes resultados indicam que em dietas com proporções de volumoso:concentrado 50:50, a suplementação com cultura de levedura não influencia o ganho de peso, o consumo e a digestibilidade aparente. Este trabalho avaliou os efeitos da inclusão de cultura de levedura (Saccharomyces cerevisiae cepa 1026) sobre os parametros da fermentação ruminal. Foram utilizados 10 novilhos 1/2 Red Angus 1/2 Nelore, canulados no rúmen, mantidos em baias individuais, alimentados com volumoso à base de silagem de parte aérea de sorgo (50% da MS) e concentrado contendo casca de soja peletizada, sorgo em grão moído, uréia e núcleo mineraloprotéico (50% da MS). Utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado e os tratamentos foram a inclusão ou não de Saccharomyces cerevisiae (1 g/100 kg de peso vivo) à dieta, em duas das quatro refeições diárias. O pH, as concentrações ruminais de acetato, propionato, butirato e ácidos graxos voláteis (AGVs) totais e a relação acetato:propionato não foram influenciados (P<0,05) pela suplementação com levedura. Houve interação significativa entre os tempos de amostragem e os tratamentos para pH (P<0,05) e concentrações molares de acetato (P<0,07) e propionato (P<0,05). O pH, as concentrações ruminais acetato, propionato e AGVs totais e a relação acetato:propionato apresentaram comportamento quadrático em relação aos tempos de coleta. A concentração ruminal média de nitrogenio amoniacal não foi influenciada (P>0,05) pela suplementação com levedura. Estes resultados indicam que em dietas com proporções de volumoso:concentrado 50:50, a suplementação com cultura de levedura não influencia os parametros da fermentação ruminal.
This work evaluated the effect of including yeast culture (Saccharomyces cerevisiae 1026) on live weight gain, intake and apparent digestibility of the dry matter (DM), organic matter (OM), crude protein (CP), ether extract (EE), neutral detergent fiber (NDF) and acid detergent fiber (NDF), hemicellulose (HCEL), total carbohydrates (TCHO) and non structural carbohydrates (NSC). Two experiments were realized using 1/2 Red Angus 1/2 Nellore steers fed sorghum silage (50% of the DM) and peleted soybean hulls, sorghum grain, urea and mineralprotheic premix (50% of the DM). To both experiment was a completely randomized desing and the treatments were daily diets (two out of four diets) with or without Saccharomyces cerevisiae (1 g/100 kg of live weight). In the first experiment, a feeding trial was conducted with four groups of forty animals in a commercial feedlot. Two groups were fed diets with Saccharomyces cerevisiae (yeast group) and two groups without (control group). In the second experiment ten fistulated steers were randomly allocated to one of the two treatments. No differences (P>0.05) between treatments were observed for intake and apparent digestibility of DM, OM, CP, EE, NDF, ADF, HCEL, TCHO e NSC. Also, no differences (P>0.05) were observed between treatments for live weight gain in the confinement. These results indicate that with diets of forage:concentrate 50:50, the supplementation with yeast culture did not influence weight gain, intake and apparent digestibility. This study evaluated the effects of the inclusion of a yeast culture (Saccharomyces cerevisiae 1026) on the patterns of the ruminal fermentation. Ten rumen fistulated 1/2 Red Angus 1/2 Nellore steers were fed a diet containing sorghum silage (50% of the DM), peleted soybean hulls, sorghum grain, urea and mineralprotheic premix (50% of the DM). A completely randomized desing was used to compare diets with or without Saccharomyces cerevisiae (1 g/100 kg of live weight) on two of the four daily meal. Ruminal pH, ruminals concentrations of acetate, propionate, butyrate, total volatile fatty acid (VFA) and the ratio acetate:propionate values were not influenced (P>0,05) by the use of yeast. There were interaction significant between sampling time and treatments for pH (P<0,05), and molars concentrations of acetate (P<0,07) and propionate (P<0,05). Ruminal pH, ruminals concentrations of acetate, propionate, total VFA and the ratio acetate:propionate showed a quadratic response related to collection time. Ruminal concentration of ammoniacal nitrogen was not influenced (P>0,05) by the use of yeast. These results indicate that with diets of forage:concentrate 50:50, the supplementation with yeast culture did not influence the ruminal fermentative patterns.
Palavras-chave: Ganho de Peso
Novilhos
Ácidos Graxos
Produção Animal
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/922
Data do documento: 2005
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Ciência Animal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Carlos Borges Assumpção Gattass.pdf230,26 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.