Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/857
Tipo: Dissertação
Título: Noções de contagens e medidas utilizadas pelos Guarani na Reserva Indigena de Dourados: um estudo etnomatemático
Autor(es): Silva, Vanilda Alves da
Abstract: Este trabalho busca investigar as noções de contagem e medida utilizadas pelos indígenas Guarani nas Aldeias Bororó e Jaguapiru da Reserva Indígena de Dourados (RID), localizada na cidade de Dourados, no estado do Mato Grosso do Sul. Tem-se, por ponto de partida, as experiências de vida e a realidade do indígena, das quais buscou-se identificar as técnicas e habilidades práticas utilizadas por esse grupo, a fim de se conhecer sua maneira própria de matematizar, de modo específico, os métodos de contagem e de medida. Utilizou-se a Etnomatemática como referencial teórico e recursos metodológicos do tipo etnográfico como a observação participante e as entrevistas livres para a coleta de dados na RID, com os indígenas Guarani-Kaiowá e Guarani-Ñandeva. Verificou-se que, por necessidade de sobrevivência, os Guarani aprenderam a calcular como os não-índios, inclusive na adaptação e utilização dos padrões de medidas relacionados ao cultivo da terra. Assim, observou-se que eles utilizam alguns desses padrões de medidas na realização de suas atividades diárias. Percebeu-se, ainda, que, em razão dessas situações vividas pelos indígenas, fez-se necessário que adaptassem aos seus conhecimentos um pouco do conhecimento do não-índio, resultando nas noções de contagens e medidas que se observaram e que facilitam na realização das tarefas próprias da luta pela sobrevivência. Acredita-se que, mesmo se servindo da Matemática deles em seu cotidiano, contando ou medindo, os indígenas não esperam respostas ou soluções numéricas exatas. Suas respostas vão além dos números, pois envolvem valores culturais.
This work searchs to investigate of the notions of counting and measurement utilized by Guarani Indians of the Bororó and Jaguapiru villages of the Dourados Indigenous [People's] Reserve [RID], located in the city of Dourados in the Brazilian state of Mato Grosso do Sul. It is had for starting point, it considers the life experiences and the reality of the Indians, wherein it was sought to identify the techniques and practical abilities utilized by this group with the aim of learning their own way of mathematizing, the specificities and methods of counting and measurement. Ethno mathematics was used as a theoretical framework of reference and methodological resources of the ethnographical type such as participatory observation and free interviews for data collection in the RID with some Guarani-Kaiowa and Guarani Nandeva. It was verified that for the sake of survival, the Guarani learn to calculate like non-Indians, including measurement models related to land cultivation. Thus, it was observed that they use some of these models in the realization of their daily activities. It was also perceived that because of these situations lived by the Indians, it was found necessary to adapt their own knowledge with non-Indian knowledge, resulting in observed notions of counting and measurement that facilitate their own duties in the struggle for survival. It would appear that even using Mathematics of them daily life, counting or measuring, do not expect exact numerical replies or results. Their replies go beyond numbers, for they involve cultural values.
Palavras-chave: Guarani
Índios
Educação Indígena
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/857
Data do documento: 2006
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Educação (Campus de Campo Grande)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Vanilda Alves da.pdf1,7 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.