Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/81
Tipo: Dissertação
Título: Instituição Vicentina de Gijzegem: um entrelaçamento de relações entre política, religião e educação na instituição da sociedade fronteiriça Brasil/Paraguai entre 1940 a 1980
Autor(es): Silva, Andréa Natália da
Abstract: O propósito deste trabalho foi buscar registrar e compreender a contribuição da IVG – Instituição Vicentina de Gijzegem para a História da Educação, sob o prisma da religiosidade, a fim de fornecer dados que possibilitariam interpretar como a História da Educação de ontem interfere na atualidade. Para tanto, pesquisou-se o papel das irmãs da IVG no campo educacional e sua influência social, em especial na região de fronteira do Brasil com o Paraguai (Ponta Porã/Pedro Juan Caballero), entre 1940 – 1980, por meio dos relatos de ex-alunos e irmãs. Foram entrevistados ex-alunos e membros da instituição religiosa, a fim de compreender na educação recebida um magma de significações imaginárias a partir das relações constitutivas Estado, Igreja e Educação, enquanto criação humana intencional. O trabalho nasceu na prática docente em História da Educação Brasileira, suscitado por debates acadêmicos sobre a religiosidade das mulheres fronteiriças. Por meio da pesquisa, pôde-se perceber que a religiosidade exacerbada na região de fronteira pode ser fruto dessa formação educacional ministrada pelas irmãs da IVG, influenciada pela relação Igreja/Estado/Escola, constitutiva de um simulacro na formação de uma elite fronteiriça, cujas características de formação transparecem nas atividades laborais em que estão envolvidas, marcando a História da Educação Brasileira e, indiretamente, permitindo a ampliação do conhecimento da identidade do ser fronteiriço.
The aim of this work was to attempt to comprehend and register the contribution of the IVG – Vincentine Institute of Gijzegem [Holland] to the History of Education, under the prism of religiosity, with the aim of furnishing data permitting interpretation of how the History of Education affects current reality. To this end, research was done on the role of the IVG sisters in the educational field and their social influence especially in the Brazil-Paraguay frontier region Ponta Porã-Pedro Juan Caballero, between the years, 1940 – 1980, by means of reports and depositions of ex-alumini or the sisters. Ex-alumini and sisters of the religious institution were interviewed in order to understand the magma of imaginary significations instituted by relations built between State, specifically as intentional human creation. The study originate in teaching practice on the History if Brazilian Education, sususcitated by academic debates on the religiosity of frontier women. Through this research it was possible to perceive that the exacerbated religiosity of the Frontier could be the fruit of this educational formation ministered by the IVG sisters, influenced by the Church/State/School influence, constitutive of a simulacrum in the formation of a frontier elite whose characteristics of formation transpierce labor activities in which they are involved, marking the History of Brazilian Education as well as, indirectly, permitting the growth of knowledge of the frontier man’s identity.
Palavras-chave: Educação Cristã
História da Educação
Identidade Cultural
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/81
Data do documento: 2008
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Educação (Campus de Campo Grande)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Andrea.pdf28,92 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.