Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/788
Tipo: Dissertação
Título: A normalização na prática pedagógica e a constituição do conceito de inclusão nas escolas comuns da Educação básica
Autor(es): Guimarães, Mariuza Aparecida Camillo
Abstract: O tema inclusão de pessoas com deficiência na educação tem suscitado diversas pesquisas, defendendo ou rejeitando, mas reconhecendo que existe a exclusão e fazendo indicações quanto a necessidade do atendimento destes sujeitos. Essa pesquisa teve como objetivo evidenciar os discursos verdadeiros, presente na narrativa oficial apresentado pelos vinte e seis estados brasileiros e pelo Distrito Federal, que estabelecem a normalização da prática pedagógica, na tentativa de ser inclusiva se tornando cada vez mais excludente, em vista de não explicitar a necessidade de se discutir a sociedade, suas desigualdades e condições materiais, que são os principais fatores causadores da exclusão e da necessidade de políticas de inclusão. Esse trabalho traz elementos históricos, analisados à luz do Referencial Foucaultiano, com destaque para os fragmentos que denotam a necessidade da educação para todos como instrumento de controle e manutenção ou conquista do poder. Discute-se como este discurso aparece na sociedade no mundo, no Brasil e em Mato Grosso do Sul e o papel desenvolvido pelas políticas públicas, especialmente em nível local, que foram elementos fundamentais para a normalização da prática pedagógica e a constituição do conceito de inclusão nas escolas comuns da Educação Básica. Dentre as conclusões desse estudo, destacam-se a influência do discurso normalizador na prática pedagógica, o que significa dizer que os trabalhadores em educação cumprem aquilo que se espera deles quanto a uma “pseudo-aceitação”, lembrando que não há reflexão, compreensão, compromisso ou envolvimento com a prática necessária ao atendimento dos objetivos propostos pela educação inclusiva, reforçando cada vez mais os mecanismos de exclusão social.
The term inclusion in education of persons with deficincies hás given rise to diverse research efforts in is defense or rejection, but recognizing that exclusion exists in education and indicating the necessity of attending these subjects. This research had for its objective evidencing the reals discourses present in the oficial narrative presented in the Brazilian states and the Federal District, establishing the normalization of pedagogical practice, in which attempts to become more inclusive result in greater exclusion, since there is no determination of the necessity to discuss society, its inequalities and material conditions, which are the principal causal factors of exclusion and of the necessiti of policies of inclusion. This work brings historical elements analyzed in the light of Michel Foucault’s theorical framework of reference, stessing on the fragments denoting the necessity of education for all as an instrument of control and the maintence or conquest of power. There is a discussion of how this discourse appears in society around the world, in Brazil and in Mato Grosso do Sul, and yhe role played by publique policies, especially on the local level where they form elements fundamental to the normalizing discourse in pedagogical practice, something that signifies saying that workers in education do what is expected of them relative to a quasi exxeptatios, stessing that there is no reflection, comprehension, or involvement whit practice necessary for attending the objectives proposed by inclusive education, reinforcing, each time, the mechanisms of exclusion.
Palavras-chave: Prática de Ensino
Inclusão Escolar
Políticas Públicas
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/788
Data do documento: 2005
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Educação (Campus de Campo Grande)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Mariuza Aparecida Camillo Guimarães.pdf545,74 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.