Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/773
Tipo: Dissertação
Título: A apropriação da cultura no processo educativo : a constituição do sujeito em Manoel de Barros e Mario Quintana
Autor(es): Motta, Maria Alice Alves da
Abstract: A forma como se concebe o sujeito e sua constituição tem implicações significativas para a Educação. Nesse sentido, esta investigação objetiva desvelar a constituição do sujeito no processo de apropriação da Cultura nas relações educativas e sua expressão na obra poética de Manoel de Barros e Mario Quintana. Trata-se de um estudo de análise documental, de natureza qualitativa. O referencial teórico-metodológico adotado foi a abordagem históricocultural da Psicologia, representada por Lev Vigotski e seus seguidores. Estabeleceu-se interlocução com o conceito de dialogia de Mikhail Bakhtin e outros pontos de suas teorizações que guardam proximidade com o referencial teórico da Psicologia históricocultural. Os procedimentos metodológicos iniciaram-se com a leitura da obra dos dois poetas na íntegra. Posteriormente foram selecionados aqueles textos que evidenciassem processos educativos formais e informais. O recorte da pesquisa foi composto de 37 textos de Manoel de Barros e 53 de Mario Quintana, abrangendo crônicas, poemas, epígrafes e outras formas, dispersos em obras diversas. Os textos analisados foram categorizados por temáticas e, posteriormente, agrupados em três eixos, a saber: EU e o outro, EU e o aprender e Eu e a sociedade. No primeiro eixo foram inseridos os textos cuja temática remetia ao desenvolvimento, tais como: nascimento, conversão do signo, linguagem e pensamento, sentido e significado, memória, imaginação e faz-de-conta e, por fim, brincadeiras e jogos. No segundo eixo foram agrupados os textos relativos à aprendizagem: valores e regras e a temática escola, dentro da qual se inseriram conceitos espontâneos e conceitos científicos, leitura e escrita, professor e aluno e currículo e metodologia. O terceiro eixo descreveu o contexto histórico-social em que a constituição do sujeito ocorre. A esse eixo foram destinados os textos com as temáticas alienação e automação, evolução e destruição, além de padronização e singularidade. O entrelaçamento entre os três eixos possibilitou revelar a constituição do sujeito na obra dos autores selecionados. Evidenciou-se que está presente na poesia de Manoel de Barros e Mario Quintana um sujeito concreto, datado, localizado histórica e geograficamente e que se constitui nas relações sociais e dialógicas. O papel do outro como detentor das significações da Cultura é expresso por ambos os poetas, assim como a apropriação da linguagem e, conseqüentemente, o desenvolvimento das demais funções superiores. Nas poesias selecionadas, foi possível destacar o papel da atividade na constituição do sujeito. Os autores retratam situações referentes à Escola e descrevem uma escola monológica, em que o discurso do aluno não é ouvido. Em algumas passagens, podemse identificar experiências positivas reveladas pelas marcas deixadas por determinados professores. A crítica à padronização e massificação do sujeito na sociedade é outro aspecto manifestado. Além desses achados, evidenciou-se a poesia como possibilidade de autoconhecimento e aprimoramento da subjetividade, o que aponta a obra poética como importante recurso para formação de professores e alunos.
The way one conceives the subject and their constitution has significant implications for Education. The aim of this paper is to investigate the subject constitution in the process of appropriation of Culture through Education and the way this relation is expressed in the poetical work of Manoel de Barros and Mario Quintana. It is a qualitative documentary analysis. The theoretical-methodological reference adopted was the historical-cultural Psychology approach, in interlocution with the concept of Mikhail Bakhtin’s dialogy and some other points from his theory which aprroached to historical-cultural theory. After reading the complete work of the two poets, the texts that evidenced formal and informal educative processes were selected for analysis. The investigation samples was composed by 37 texts of Manoel de Barros and 53 texts of Mario Quintana. The texts selected were grouped into three axes, namely: I and the other, I and learning e I and society. The first axis included texts whose theme referred to development, such as: birth, sign conversion, language and thought, sense and meaning, memory, imagination and fantasy and, finally, plays and games. The second axis grouped texts related to learning: values and rules and the theme school, in which some items were inserted: spontaneous concepts and scientific concepts, reading and writing, teacher and pupil, and curriculum and methodology. The third axis described the social-historical context where the subject constitution takes place. This axis included texts about alienation and automation, evolution and destruction, standardization and singularity. The interlacement between the three axes made it possible to reveal the subject constitution in the work of the authors selected. In the poetry of Manoel de Barros and Mario Quintana appears a concrete, dated, historically and geographically located subject, who constitute themselves in social and dialogical relations. The role of the other person as a retainer of Cultural meanings is expressed by both poets, as well as the appropriation of language and, consequently, the development of the higher mental functions. In the poems selected, it was possible to note the role of activity in the subject’s constitution. The authors portray situations related to School, which is described as a monological school, where the pupil’s voice is not heard. The poets certify the school as one of the spaces where the constitution of the subject takes place, revealing that some teachers leave their marks. Criticism to the standardization and the massification of the subject in society is another aspect revealed. Besides these findings, poetry was proven as a possibility of self-knowledge and subjectivity improvement, which emphasizes the poetical work as an important resource for the formation of teachers and students.
Palavras-chave: Ensino e Aprendizagem
Cultura
Identidade Cultural
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/773
Data do documento: 2008
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Educação (Campus de Campo Grande)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Maria Alice Alves da Motta.pdf1,69 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.