Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/692
Tipo: Dissertação
Título: A educação do trabalhador nos ervais de Mato Grosso (1870 –1930) : crítica da historiografia regional, de suas concepções de trabalho, história e cultura
Autor(es): Centeno, Carla Villamaina
Abstract: Este trabalho tem como objeto a educação do trabalhador nos ervais de Mato Grosso, no período correspondente aos anos de 1870-1930. O objetivo principal é compreender de que forma os ervateiros se educavam em seu trabalho. Parte-se do pressuposto que nesse trabalho havia uma ação educativa. Compõe-se de duas partes. A parte I, trata de uma revisão da historiografia regional, procurando captar a concepção de história, trabalho e cultura através de uma análise crítica que articula a relação entre singular e universal. Nos capítulos primeiro e segundo, descrevemos as principais obras que abordam esse trabalhador, ressaltando divergências encontradas, ponto de partida para a crítica, construída com base nas investigações realizadas na segunda parte do trabalho. O primeiro capítulo da segunda parte trata da educação do trabalhador ervateiro. A partir do conceito do trabalho como princípio educativo, tenta-se compreender como se dava a educação desse trabalhador. No capítulo segundo, caracterizamos o processo de ocupação na fronteira, bem como o de formação de uma classe de proletários que vinha atender às necessidades de mão-de-obra do mate. No terceiro e último capítulo, buscamos alguns antecedentes históricos que provocaram a exploração da erva-mate em Mato Grosso, procurando evidenciar que por trás desse movimento existia uma nova composição do capital.
The purpose of this work is the worker’s education in the erva forests of Mato Grosso, in the period 1870-1930. The main objective is understand how the workers were educated in their work. It is based on the idea that there was an educative action in that work. It has two parts. The first one treats of a regional historiography review, trying to capture the history conception, work and culture throughout critique analysis that articulates the relationship between singular and universal. At the chapters first and second, described the main works that lean on this worker, standing out divergent found, starting point to the critique, built based on investigations realized on the second part of this work. The first chapter on the second part treats of erva forests worker’s education . From the concept of work as educative principle, tries to understand how happened the worker’s education. On the second chapter, characterized the process of occupation in border, as well as the formation of a proletarian class that came to attend to the necessities of manual labor of mate. On the third and last chapter, searched some historic antecedents that caused the exploration of erva mate in Mato Grosso, trying to make evident that behind this movement there was a new composition of capital.
Palavras-chave: Diversidade Cultural
Trabalho
Educação
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/692
Data do documento: 2000
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Educação (Campus de Campo Grande)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Carla Villamaina Centeno.pdf3,44 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.