Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/670
Tipo: Dissertação
Título: Educação: criação ou técnica? Contribuições da educação informal na comunidade jazzística
Autor(es): Neder, Álvaro Simões Corrêa
Abstract: A presente dissertação busca refletir sobre o papel da criatividade na educação (entendida como fundamental para o advento do indivíduo crítico) e como propiciá-la, relativizando a importância do método ao reconhecer no seu abuso conseqüências negativas como o reprodutivismo e a submissão. Através de pesquisa bibliográfica, partindo da premissa de que a criatividade é função da afetividade, o autor procurou comprovar que ambas são compatíveis com a socialização dos conteúdos libertadores, e mesmo potencializam esta socialização, buscando compreender indivíduo e sociedade sem opor um a outro. Através do trabalho filosófico, psicanalítico e sociológico de Cornelius Castoriadis procurou explicar a relação afetiva com o outro como essencial para a criação, evidenciar como o controle social, interiorizado como repressão, bloqueia o fluxo criativo do pensamento (instaurando a submissão), e de que maneira uma educação para a criatividade, substituindo a repressão pela reflexão, o pode liberar. Por outro lado, o estudo da educação informal na comunidade do jazz forneceu uma analogia para a presente proposta educacional, descrevendo procedimentos conducentes à criatividade, enquanto a educação formal do jazz obteve resultados padronizadores que não se revelaram encorajadores para o desenvolvimento desta linguagem. Desta maneira, as conclusões obtidas são no sentido de que o abuso do método ou o entendimento da educação como técnica devem ser evitados, devendo-se instituir o educando como agente ativo de seu próprio processo de descobrimento, invenção e criação.
The present dissertation seeks to reflect upon the role of creativity in education (understood as fundamental for the advent of the critical individual) and how to provide for it, relativizing the importance of the method as it is possible to recognize in its abuse negative consequences like reproductiveness and submission. Through bibliographical research, departing from the assumption that creativity is dependent on affectivity, the author sought to prove that both are compatible with the socialization of the freeing knowledge, and even potentialize this socialization, trying to understand individual and society without opposing one against the other. Through Cornelius Castoriadis's philosophical, psychoanalytical and sociological work he tried to explain the affective relation with the other as essential for creation, to evidence how social control, interiorized as repression, blocks the creative flow of thinking (instituting submission) and how an education for creativity, substituting deliberation for repression, can liberate it. On the other hand, the study of informal education in the jazz community provided an analogy for this educational proposition, describing procedures conducive to creativity, while formal education in jazz obtained standardizing results that hadn't reveal themselves as encouraging for the development of this language. Therefore, the conclusions obtained follow towards the sense that the abuse of method or the understanding of education as a technique must be avoided, and the student should be instituted as the active agent of his own process of discovery, invention and creation.
Palavras-chave: Psicanálise
Jazz
Métodos de Ensino
Sociologia Educacional
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/670
Data do documento: 2001
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Educação (Campus de Campo Grande)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Álvaro Simões Corrêa Neder.pdf823,98 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.