Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/4076
Tipo: Tese
Título: MOVIMENTO DO HABITUS E AMPLIAÇÃO DO CAPITAL CULTURAL NA TRAJETÓRIA DE PROFESSORES INICIANTES
Autor(es): Cristiane Ribeiro Cabral Rocha
Primeiro orientador: Jacira Helena do Valle Pereira Assis
Resumo: A presente pesquisa trata de questões que abordam a formação inicial e a iniciação à docência de professores egressos dos cursos de Pedagogia da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) e Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), duas instituições de ensino superior públicas de Campo Grande. A pesquisa está vinculada à Linha de Pesquisa – Educação, Cultura, Sociedade, do Programa de Pós- Graduação em Educação (PPGEdu), mantido pela Faculdade de Educação da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. O objetivo consiste em compreender o processo de alteração do habitus estudantil para o habitus professoral nas práticas de professores iniciantes. A relevância da pesquisa ocorre a partir do entendimento que a universidade pública possui a responsabilidade histórica de promover a aprendizagem teórico-prática, com dimensões técnicas, científicas e políticas, o que revela a importância de se investigar em que medida a participação em atividades acadêmicas, para além das disciplinas da matriz curricular do curso de Pedagogia das referidas instituições, cria disposições para a constituição de um habitus estudantil e o desenvolvimento da capacidade de refletir sobre o campo escolar e as práticas docentes. Para essa proposta foi utilizado como aporte principal a teoria mobilizada por Pierre Bourdieu, que possibilita a compreensão das estruturas, estruturantes e estruturadas, que formam o habitus. Como procedimentos metodológicos foram realizados: revisão sistemática, análise documental das propostas pedagógicas e dos projetos e programas desenvolvidos pelas instituições investigadas; entrevistas narrativas com oito professores iniciantes egressos dos referidos cursos; análise de relatórios de estágio e memoriais, que os agentes produziram durante suas permanências na graduação. Com base no entendimento de que o habitus é durável, porém passível de movimentação, foram delimitados para análise três momentos da trajetória dos agentes da pesquisa: a) a infância, o convívio social e a introdução no ambiente escolar, por ser esse um ponto de partida para a constituição do processo formativo do agente; b) as experiências formativas vivenciadas no Ensino Superior, momento em que o agente pode ampliar seu capital cultural por meio do acesso aos conhecimentos científicos, que fundamentarão sua prática profissional; c) a inserção no campo profissional e a atuação como iniciante na docência. Como resultados, aponta-se que as instituições investigadas apresentaram um currículo que propiciou aos egressos a formação de um habitus estudantil, que se manteve depois de formados, uma vez que incorporaram à sua rotina momentos sistemáticos de estudos e pesquisas. Houve também a ampliação do volume de capital cultural, notadamente em seus estados institucionalizados e objetivados, com indícios de movimentação do capital incorporado. O processo de movimentação dos esquemas de percepção e aproximação do habitus estudantil com vista à estruturação do habitus professoral envolveu, a princípio, a modificação das concepções sobre o campo educacional e a mobilização de estratégias de enfrentamento dos desafios vivenciados nas primeiras experiências como profissionais.
Abstract: The following research addresses to issues that approach the initial academic formation and the beginning into teaching practice, of the teachers from Pedagogy degree at Federal University of Mato Grosso do Sul (UFMS) and also State University of Mato Grosso do Sul (UEMS) which are two public educational institutions located in Campo Grande. The research is linked to the Research Line – Education, Culture, Society, of the Postgraduate Program in Education (PPGEdu) that is maintained by the Education College of the Federal University of Mato Grosso do Sul. The aim is about understand the process of changing from the student “habitus” to the teacher “habitus” onto beginning teachers’ practices. The relevance of this research comes from the understanding that public universities have the historical responsibility for promoting theoretical-practical learning, with technical and scientific and political dimensions, whose reveals us the importance of looking into the extent of a participation through academic activities - in addition to the disciplines on Pedagogy course role at the aforementioned institutions - arising provisions for the constitution of a student “habitus” and the improvement of the ability to dwell on the school area and teaching practices. For this proposal, the main contribution has been the theory mobilized by Pierre Bourdieu, whose enables the understanding of the structuring and structured and structures which form the habitus. As methodological procedures systematic review, documental analysis of pedagogical proposals and projects and programs developed by the investigated institutions have been carried out; narrative interviews with eight beginning teachers who have graduated from these courses; analysis of internship reports and memorials, that were produced by agents during their stay in graduation. Based on the understanding that the “habitus” is durable, but is also capable of movement, three moments of the research agents’ way have been delimited for analysis: a) childhood, social interaction and introduction into the school environment, as this being a point of departing for the constitution of the agent's formative process; b) the formative experiences that they have lived in Higher Education, when the agent could expand their cultural capital through the access to scientific knowledge, which might support their professional practice; c) the insertion in the professional field and acting as a beginner in teaching. As a result, it is aimed in the looked into institutions dissipated a curriculum whose has provided to the graduates the formation of a student habitus, which has kept after degree, as they have incorporated systematic moments for studying and researching into their routine. There was also an increase in the cultural capital amount, notably in its institutionalized and objectified states, with signs of movement of this mentioned capital. The process of moving the perception schemes and approach of the student “habitus” with a view to structuring the teacher habitus involved, at first, the changing of conceptions about the educational area and, the mobilization to face the challenges which have been experienced in the first experiences as professionals.
Palavras-chave: .
País: Brasil
Editor: Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Sigla da Instituição: UFMS
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/4076
Data do documento: 2021
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Educação (Campus de Campo Grande)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese_Final correção pós defesa para impressão Editora.pdf2,73 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.