Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/2296
Tipo: Tese
Título: Avaliação das concentrações de magnésio, zinco, cobre, ferro, alumínio, cromo, níquel, cobalto e molibdênio nas hortaliças tuberosas comercializadas e consumidas em Mato Grosso do Sul
Título(s) alternativo(s): The evaluation of the concentrations of magnesium, zinc, copper, iron, aluminum, chromium, nickel, cobalt and molybdenum in roots consumed in Mato Grosso do Sul State, Brazil
Autor(es): Cônsolo, Fernanda Zanoni
Abstract: O objetivo do presente estudo foi medir a concentração de magnésio, zinco, cobre, ferro, alumínio, cromo, níquel, cobalto e molibdênio em batata inglesa, batata doce, mandioca, inhame e taro para avaliação do seu conteúdo nutricional. As tuberosas consumidas pelos moradores de Mato Grosso do Sul foram mineralizadas utilizando digestão ácida com ácido nítrico em forno micro-ondas e a leitura das amostras realizadas por ICP-OES. Os resultados foram comparados com as concentrações publicadas na literatura e com os níveis máximos tolerados em alimentos estabelecidos pela legislação brasileira e internacional. O estudo mostrou que os conteúdos de elementos traços nas tuberosas representam fontes complementares importantes aos requerimentos dos principais minerais para a dieta cotidiana. As concentrações encontradas preenchem nichos informáticos no que diz respeito ao conteúdo nutricional das tuberosas e podem ser incluídos nas bases de dados nutricionais. O taro foi evidenciado como a mais abundante fonte de minerais bioativos, e, portanto o seu futuro uso como componente de dietas deve ser incentivado. Os dados quantitativos obtidos fornecem sólido suporte para o nutricionista local escolher os alimentos adequados na elaboração prática do plano alimentar do paciente. Os estudos de biometais em vegetais devem ser ampliados porque são alimentos fonte de nutrientes essenciais para população, além de serem considerados bioindicadores de poluição ambiental.
ABSTRACT - The aim of the present study was to measure the concentrations of magnesium, zinc, copper, iron, aluminum, chromium, nickel, cobalt and molybdenum in common potatoes, sweet potatoes, cassava, yam and taro in order to evaluate their nutritional value. The roots regularly consumed by the inhabitants of in Mato Grosso do Sul state were mineralized using microwave acid digester with nitric acid, and analyzed with the aid of ICP-OES. The results were compared with their contents and permissible levels established by Brazilian and international research and controlling bodies. It was shown that in respect to trace elements content the roots under study fully meet the requirements in minerals to the dietary intake. The levels in trace elements found in this investigation fill the gap in the available literary data and may be recommended to be included into the corresponding data bases for further comparisons. Among the above vegetables taro has been shown to be the most abundant source in bioactive minerals, and therefore its future nutritional usage as dietary component should be in every way encouraged. The set of computed quantitative data provides solid support for the local nutritionist when choosing the appropriate food items in his professional practice. The monitoring of biometals in vegetables needs to be continued because these are the main sources of food for humans, and are considered as bioindicators of environmental pollution.
Palavras-chave: Verduras
Dieta
Hábitos Alimentares
Composição de Alimentos
Vegetables
Diet
Food Habits
Food Composition
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/2296
Data do documento: 2015
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Saúde e Desenvolvimento na Região Centro-Oeste

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Fernanda Zanoni Cônsolo.pdf819,62 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.