Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1449
Tipo: Dissertação
Título: A literatura e o intelectual na sociedade de consumo : uma leitura de O Zahir, de Paulo Coelho
Autor(es): Cafeo, Vânia Correia
Abstract: Nesta pesquisa analisar-se-á a ocorrência com que alguns escritores têm utilizado uma infinidade de fatores para ganhar visibilidade e legitimar seu produto literário no mercado, visto que a pós-modernidade acabou por exigir-lhes uma nova postura para atrelarem-se à nova organização da sociedade, sendo quase uma obrigação redefinir seu fazer literário, arrancar da literatura sua capa superior de alta cultura para lançá-la sem medo na “feira livre” do mercado. Utilizando um aparato teórico que inclui Jameson, Lipovetsky, Kellner, Eneida Maria de Souza, entre outros, uma abordagem crítica será necessária e realizar-se-á no objetivo de discutir a posição da crítica conservadora ao permanecer com seus critérios básicos de julgamento, contrariando o lugar que o escritor e seu produto assumiram na sociedade de consumo. Com base em tópicos dessa natureza, este trabalho propõe mostrar que o cenário cultural e literário da contemporaneidade encontra-se atravessado pela realidade da sociedade de consumo; logo, o mercado transformou-se num mecanismo ímpar para o reconhecimento dos escritores e suas produções. Nesse sentido, nada mais oportuno do que voltarmos os olhos ao produto literário do intelectual pop Paulo Coelho e os lugares simbólicos que ambos ocupam na sociedade pós-moderna, mostrando que, se por um lado as obras do escritor ainda permanecem “invisíveis” aos olhos dos estudos literários, por outro continuam presentes na mídia e no hábito dos leitores. Para tanto, uma leitura da obra O Zahir (2005) corrobora os propósitos desta pesquisa ao reavaliar a dimensão em torno da persona Paulo Coelho por compor-se de um diálogo com a crítica como manifestação autobiográfica.
This research will analyze the occurrence that some writers have used a multitude of factors to gain visibility and legitimize his literary product on the market since the post-modernity ultimately require them to draw a new attitude to the new organization of society, is almost an obligation to redefine its literary, off the top of its cover literature high culture to launch it without fear in "fair free" market. Using a theoretical apparatus that includes Jameson, Lipovetsky, Kellner, Eneida Maria de Souza, among others, a critical approach is required and will be held in order to discuss the position of conservative criticism to stay with their basic criteria for trial, contradicting the place the writer and took his product in society of consumption. Based on such topics, this work proposes that show the cultural scene and literary of contemporary is crossed by the reality of consumer society, therefore the market has become a unique mechanism for the recognition of writers and their productions. In that sense, nothing more desirable than their eyes back to the product of intellectual literary pop Paulo Coelho and the places they both occupy the symbolic post-modern society, showing that, if a part of the work writer still "invisible" in the eyes of literary studies, the other still present in the media and the habits of readers. To do so, a reading of the work O Zahir (2005) supports the purposes of this study to reassess the size around the person by Paulo Coelho consist of a dialogue with the criticism as a manifestation autobiographical.
Palavras-chave: Sociedade de Consumo
Literatura Brasileira
Escritores
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1449
Data do documento: 2009
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Letras (Campus de Três Lagoas)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Vânia Correia Cafeo.pdf932,87 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.