Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1364
Tipo: Dissertação
Título: Atlas lingüístico do município de Ponta Porã - MS: um registro das línguas em contato na fronteira do Brasil com o Paraguai
Autor(es): Reis, Regiane Coelho Pereira
Abstract: Dentre as ciências que se ocupam do estudo da variação lingüística situa-se a Dialetologia que centra seus estudos na descrição das diferenças regionais da modalidade oral da língua. A par da Dialetologia situa-se a Geolingüística, enquanto método de cartografação das variedades lingüísticas colhidas na oralidade. Este trabalho teve como objetivo o registro da modalidade oral da variante sul-mato-grossense da língua portuguesa, município de Ponta Porã, por meio de um atlas lingüístico e, além da documentação de possíveis mudanças lingüísticas na língua falada e do registro de marcas de conservadorismo e de bilingüismo nas línguas em contato (português, espanhol e guarani) na fronteira. A escolha da localidade considerou a importância histórica e geográfica de Ponta Porã, município situado na fronteira seca entre Brasil e Paraguai que foi cenário da Guerra do Paraguai (1864-1870), fator que gera intensas trocas culturais e lingüísticas nessa faixa de território dando-lhe, especialmente na língua falada, fisionomia própria, distinta de outras regiões do estado de Mato Grosso do Sul. Além disso, a localidade é ponto de inquérito de dois outros projetos: Atlas lingüístico do Brasil e Atlas Lingüístico de Mato Grosso do Sul. A base teórico-metodológica da pesquisa centrou-se nos fundamentos da Dialetologia e da Geolingüística. A rede de pontos reuniu oito localidades - sete no interior do município e a sede, distribuídas de norte a sul e de leste a oeste. Para a definição da rede de pontos foram considerados os seguintes critérios: i) a densidade demográfica do município; ii) a importância histórica e geográfica da localidade; iii) a situação de línguas em contato que se manifesta na fronteira. As entrevistas foram realizadas com o auxílio do questionário lingüístico semântico-lexical que contém 260 perguntas e 02 narrativas, com dois informantes em cada localidade - um masculino e um feminino -, de faixa etária entre 45 e 70 anos, analfabetos ou com baixa escolaridade, com ascendência paraguaia, falante bilíngüe e residente na localidade há mais de vinte anos. O produto final da pesquisa resultou no Atlas Lingüístico de Ponta Porã- MS: um registro das línguas em contato na fronteira do Brasil com o Paraguai - ALiPP, que contém 232 cartas léxicas. A pesquisa documentou a forte influência do guarani, como língua nativa usual na fronteira, que suplantou ao uso do espanhol, língua transplantada; o entrelaçamento do português com os idiomas da fronteira, gerando grande incidência de termos híbridos de base portuguesa, guarani e espanhola, como estrella guia (espanhol/português), arroyo yrembe'y (margem do rio/espanhol/guarani), além de termos regionais e arcaísmos ikoe, ikõm, mellizo e gêmeas (bananas grudadas em guarani/espanhol/português, respectivamente). Esses idiomas se entrelaçam e se confundem dando à fala dessa faixa fronteiriça características peculiares, cujo registro revela um mundo multicultural e refletem o bilingüismo que advém dos contatos lingüísticos que ultrapassam a divisão político-administrativa.
Among the sciences that deal with the study of linguistic variation there is Dialectology, centred in the description of regional differences in speech. With Dialectology comes Geolinguistics as a method of cartographic registration of linguistic varieties collected in speech. This study aimed at the registry of the oral form in the variant found in the Portuguese of Mato Grosso do Sul state - in the municipality of Ponta Porã - through a linguistic atlas, besides the documentation of possible linguistic changes in the spoken language and the registration of conservative marks and of bilingualism in the languages in contact (Portuguese, Spanish and Guarani) on the border. The choice of such location considered both the historical and geographical importance of Ponta Porã, municipality situated on the dry border between Brazil and Paraguay, being part of the set where the War of Paraguay (1864-1870) took place, a factor that generates intense cultural and linguistic exchange in this strip of territory, giving it typical features, specially in spoken language, distinct from other regions in the state of Mato Grosso do Sul. Besides that, the location is a point of enquiry for two other projects: the Linguistic Atlas of Brazil and the Linguistic Atlas of Mato Grosso do Sul. The theoretical-methodological basis for the research is centred in the fundaments of Dialectology and Geolinguistics. The network gathered eight locations - seven in the interior of the municipality and the headquarters, distributed from north to south and from east to west. For defining such network the following criteria were considered: i) the demographic density of the municipality; ii) its historical and geographical importance; iii) the situation of languages in contact manifested on the border. The interviews were performed with the help of a semantic-lexical linguistic questionnaire that contains 260 questions and 2 narratives, with two informants in each locality - one male and one female - in the age group of 45-70 years old, illiterate or exposed to very little formal education, with Paraguayan ancestry, bilingual and living in such location for over twenty years. The final product of such research resulted in the Linguistic Atlas of Ponta Porã - MS: a register of languages in contact on the border of Brazil and Paraguai - ALiPP, that contains 232 lexical cartographic sheets. The research documented a strong influence of Guarani as the native tongue on the border, which supplanted to the use of Spanish, the transplanted language; the intertwining of Portuguese with the languages from the border generating a high incidence of hybrid terms based on Portuguese, Guarani and Spanish, such as estrella guia (= guiding star: Spanish/Portuguese) or arroyo yrembe'y (= river bank: Spanish/Guarani), besides regionalisms and archaisms such as ikoe, ikõm, melizzo and gêmeas (= twins, for bananas stuck together in Guarani, Guarani, Spanish and Portuguese, respectively). These languages are strongly intertwined, thus giving peculiar characteristics to the local speech employed in this area, its registration reveals a multicultural world and reflects the bilingualism that comes from linguistic contacts that certainly exceed political-administrative boundaries.
Palavras-chave: Atlas Linguístico
Geografia Linguística
Sociolinguística
Linguística
Áreas de Fronteira
Dialetologia
Bilinguismo
Linguistic Geography
Sociolinguistics
Linguistics
Border Areas
Dialectology
Bilingualism
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1364
Data do documento: 2006
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Letras (Campus de Três Lagoas)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Vol 1.pdfVolume 11,25 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir
Vol 2.pdfVolume 28,23 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir
Vol 3.pdfVolume 37,4 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.