Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1157
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorMinatel, Maria Nilva-
dc.date.accessioned2012-04-02T17:54:32Z-
dc.date.available2021-09-30T19:56:22Z-
dc.date.issued2009-
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1157-
dc.description.abstractEste trabalho tem como objetivo demonstrar que o romance Amar-te a ti nem sei se com carícias, de Wilson Bueno, pode ser inscrito na categoria das narrativas ficcionais históricas contemporâneas brasileiras. No entrelaçamento da ficção com a história, está inserido o romance supramencionado. Bueno faz uma viagem pela segunda metade do século XIX e pelo início do século XX, de onde ressoam as vozes de grandes escritores, especialmente Machado de Assis. Por meio do humor, Bueno ironiza o século XIX brasileiro e, sob o olhar do narrador, não deixa de alfinetar a retórica bacharelesca e os poetas que a história soterrou nas ambiências da época. Investigam-se as características narrativas históricas presentes no romance Amar-te a ti nem sei se com carícias, sob o olhar de Leocádio Prata, aqui tomado como o narrador. O gênero “novo romance histórico” (re)interpreta o fato histórico. Para tanto, utiliza subterfúgios ficcionais. Na narrativa em questão, tanto a homenagem quanto a provocação são intencionais. Em um momento o narrador homenageia os poetas clássicos, para em outros provocá-los. Bueno revisita a história, (re)inventa personagens, cria situações cômicas e irônicas, na busca de demonstrar como os fatos históricos e fictícios, bem como personagens históricos e ficcionais foram narrados.pt_BR
dc.description.abstractThe objective of this work is to demonstrate that the novel Amar-te a ti nem sei se com carícias, by Wilson Bueno, may be included in the category of the Brazilian contemporary historical fictional narratives. In the interrelationship of fiction with the history, it’s inserted the romance above mentioned. Bueno does a travel by the second half of the XIX century and beginning of the XX century, from where resound the voices of great writers, especially Machado de Assis. By means of humor, Bueno ironizes the Brazilian XIX century and, under the vision of the narrator, he doesn’t leave to pin-prick the bachelor rhetoric and poets that history buried in the ambiences of that epoch. It’s be investigated the historical characteristics narratives present in the novel Amar-te a ti nem sei se com carícias, under the vision of Leocádio Prata, here took as the narrator. The gender “historical new novel” (re)interprets the historical fact. Therefore, it utilizes fictional subterfuges. In the narrative in question, both the homage and the provocation are intentional. In one moment the narrator pays homage to the classical poets, to another moment to provoke them. Bueno revisits the history, (re)invents personages, creates comical and ironical situations, in the searching to demonstrate as the fictitious and historical facts, as well as fictitional and historical personages were narrated.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectEscritorespt_BR
dc.subjectLiteratura Brasileirapt_BR
dc.subjectParódiapt_BR
dc.subjectPoesia Satíricapt_BR
dc.subjectRomance Históricopt_BR
dc.titleO novo romance histórico: "Amar-te a ti nem sei de com carícias" (re)escreve a históriapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.contributor.advisor1Santos, Rosana Cristina Zanelatto-
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Letras (Campus de Três Lagoas)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Maria Nilva Minatel.pdf487,63 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.