Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1148
Tipo: Dissertação
Título: Estudo lexical dos nomes indígenas das regiões de Aquidauana, Corumbá e Miranda no estado de Mato Grosso do Sul: a toponímia rural
Autor(es): Costa, Lucimara Alves da Conceição
Abstract: Este trabalho tem como objetivo realizar um estudo lexical dos nomes de origem indígena que configuram a Toponímia rural das regiões de Aquidauana, Corumbá e Miranda pertencentes à mesorregião dos Pantanais Sul-Mato-Grossense. Inicialmente, nossa pesquisa foi realizada por meio de cartas topográficas na escala 1: 125.000 e Mapas Rurais estatísticos (MRU), disponibilizados pelo site do IBGE- Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, criados no ano de 2007, para fins de recenseamento do Estado. Como método classificatório toponímico, recorremos ao modelo taxionômico proposto por Dick (1990), no qual são apresentadas 27 categorias, divididas em 11 taxes de natureza física e de 16 taxes de natureza antropocultural. Para constatar a etimologia e definição dos termos, recorremos à pesquisa bibliográfica como: vocabulários indígenas, dicionários bilíngues português/indígena e castelhano/indígena, dicionários da língua portuguesa como Houaiss & Vilar (2001) e Ferreira (2004), e também, a leitura de artigos e demais literaturas voltadas para a toponímia, especialmente à toponímia indígena. Procuramos, por meio da análise semântica dos termos selecionados, definir, apresentar a classificação, taxonomia e etimologia dos topônimos indígenas presentes no processo de nomeação dos acidentes físicos e humanos existentes na zona rural das regiões supracitadas. Como hipóteses para esse trabalho, consideramos o fato de que o grande número de aldeias indígenas no estado influencia diretamente na escolha dos topônimos, além do fato de acreditarmos que o princípio básico da nomeação dos acidentes físicos e humanos do estado, consiste na relação entre o homem e o meio, uma vez que o homem se apodera de elementos de seu habitat, especialmente da fauna e da flora, ao estabelecer o ato da designação toponímica. Com a análise dos dados verificamos que os fatores de natureza física, assim como os de natureza antropo-cultural encontram-se intrinsecamente relacionados ao processo de designação toponímica, especialmente os de natureza física, comprovando a importância da fauna, da flora, dos cursos de água e do solo nesse ato de nomeação.
The objective of this work is to carry out a lexical study of names from indigenous origin that configure the Rural Toponymy from Aquidauana, Corumbá and Miranda’s regions, which belong to medium-region from Pantanal, Mato Grosso do Sul. Firstly, our research was carried out though topographic letters in scale 1: 125,000 and statistic rural maps, supplied by IBGE (Brazilian Institute of Geography and Statistic) web site, criated in 2007, to the census in that state. To the toponymic classificatory method, we ran over to the taxonomic model suggested by Dick (1990), which 27 categories are presented, that are divided in 11 taxis of physic nature and 16 taxis of anthropo-cultural nature. In order to prove the etymology and definition of terms, we ran over to bibliographic search like: indigenous vocabularies, bilingual dictionaries Portuguese / indigenous and Spanish / indigenous, dictionaries of Portuguese language like Houaiss & Vilar (2001) e Ferreira (2004), and also the reading of articles and other literatures about toponymy, specially indigenous toponymy. Through the semantic analysis we tried to define and show up classification, taxonomy and etymology of the indigenous toponyms that are present in the nomination process of the human and physical accidents existent in the rural area of the regions mentioned. We considered like hypothesis to this work the fact that the great number of Indian settlement in this state influences the toponym choice directly, besides we believe that the basic principle of human and physic nomination in this state consists in the relation between man and environment, since for man seizes upon of elements from his habitat, specially fauna and flora, when he establishes the act of toponymic designation. With the analysis of data we verify that the physic nature factors beside the anthropo-cultural nature, are intrinsically related to the process of toponymic designation, specially those ones of physic nature, proving the importance of fauna, flora, water and soil courses in this nomination act.
Palavras-chave: Lexicologia
Linguística
Toponímia
Onomástica
Pantanal - Brasil
Lexicografia
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1148
Data do documento: 2011
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Letras (Campus de Três Lagoas)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Lucimara Alves da Conceição Costa.pdf1,83 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.