Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1147
Tipo: Dissertação
Título: Traduções e estudos culturais: estudo da tradução brasileira de The Bluest Eye, de Toni Morrison
Autor(es): Lourenço, Lucilia Teodora Villela de Leitgeb
Abstract: Este trabalho, intitulado Traduções e Estudos Culturais: estudo da tradução brasileira de The bluest Eye, de Toni Morrison, tem como objetivo, aliando os Estudos Culturais, os Estudos Literários e os Estudos de Tradução, analisar a tradução para além da perspectiva logocêntrica, focando nosso olhar para as manifestações culturais expressadas por via da língua. No estudo de caso, daremos atenção às vozes encenadas na obra da escritora afro-americana Toni Morrison, desafiadoras dos pressupostos brancos, patriarcais e protestantes que marcam o contexto cultural estadunidense. Nossa investigação toma como ponto de partida o plano lingüístico, em que Morrison opta por utilizar não somente o padrão culto da língua inglesa, mas sobretudo a variante Black English, num registro que abre espaço para a diferença. Nesta dissertação a tradução brasileira da obra The Bluest Eye, denominada O Olho Mais Azul, feita por Manoel Paulo Ferreira, é alvo de uma análise na perspectiva culturalista e não somente logocêntrica.
The paper titled Translations and Cultural Studies : a study of the Brazilian translation The Bluest Eye by Toni Morrison, allying the Cultural Studies, the Literary Studies plus the Translation Studies aims to analyse the translation beyond the logocentric perspective, focussing our look into the cultural manifestation expressed by means of the language. In this case study, attention will be given to the voices displayed in the African American work by the writer Toni Morrison, challenger of the white, patriarchal and Protestant criteria in which The United States cultural context is set up. Our investigation takes as the starting point the linguistic plan in which Morrison opts for using not only the Standard English but moreover the variant Black English, a register which opens space to the difference. In this thesis, the Brazilian translation of the work The Bluest Eye, named O Olho Mais Azul, by Manuel Paulo Ferreira is the target of a culturalistic perspective analysis and not a logocentric one.
Palavras-chave: Literatura Comparada
Crítica Literária
Escritores
Literatura Norte-Americana
Cultura
Tradução
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1147
Data do documento: 2006
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Letras (Campus de Três Lagoas)

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.