Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1137
Tipo: Dissertação
Título: A recepção de textos volantes: entre a leitura do analista e a visão do "leitor comum"
Autor(es): Pereira, Jacqueline Mariani
Abstract: O objetivo desta pesquisa foi identificar e discutir diferentes modos de recepção de frases de camisetas (aqui concebidas como textos "volantes"), tomando como base princípios da Linguistica Textual, da Teoria da Enunciação e da Análise do Discurso. Para atender ao nosso propósito, analisamos 30 ( trinta) textos e os submetemos a 60 leitores diferentes, num período de aproximadamente dois meses, por meio de entrevistas, gravadas em fitas k7. A esses leitores apresentamos uma única pergunta: qual a leitura que voce faz dessa frase de camiseta? Para organizar as análises, os textos-volantes foram reunidos em tres grupos, com base no tema (a macroestrutura). O grupo 1 - "relações entre os sexos" - reuniu 13 textos (numerados de 1 a 13); o grupo 2 - "questões de ordem político-social e cultural" -12 textos (de 14 a 25); o grupo 3 - "vícios" - congrega 5 enunciados (de 26 a 30). Para a construção do referencial teórico, que constitui o primeiro capitulo do trabalho, foram utilizadas as contribuições de Van Dijk (1989), Beaugrande & Dressler (1981), Marquesi (1996), Koch (2002), Bakhtin (2000), entre outros, como Foucault (1999) e Maingueneau (2000), cujos construtos surgem disseminados ao longo das análises. As análises e a discussão dos dados compõem o segundo capítulo, que se organiza em duas etapas: a primeira consiste da análise dos textos da perspectiva do analista e a segunda focaliza as respostas dos entrevistados. Esta pesquisa permitiu-nos constatar que os 30 textos analisados apresentaram todos os padrões de textualidade e caracterizam-se pela presença de argumentos acessíveis aos interlocutores, embora o quesito "aceitabilidade" pareça ter-se comprometido no desempenho de 17 leitores . A intertextualidade evidenciou-se em 29 dos 30 textos, manifestando-se, predominantemente, em tom chistosos e sob a forma de paródia por subversão, com a finalidade de desfazer ou criar estereótipos. Em síntese, os textos analisados captam (e apossam-se dela) a forma dos generos discursivos slogan, provérbio e propaganda, mas ironizam, transgridem ou contestam seus conteúdos.
The purpose of this research was to identify and to argue different ways of reception of T-shirt phrases (conceived here as "movable" texts), taking as base principles of the Textlinguistics, Enunciation Theory and Discourse Analysis. We analyzed 30 (thirty) texts to get our intention and submitted them to 60 different readers, in a period of approximately two months, by means of interviews, recorded in k7. We presented to these readers an only question: which reading do you make from this t-shirt phrase? In order to organize the analysis, the movable texts were gathered into 3 groups based on topics (macrostructure) as follows: Group 1 - relations among the sexes - 13 texts numbered from 1 to 13; Group 2 - cultural and social-political questions - 12 texts from 14 to 25 and Group 3 - addictions - 5 texts from 26 to 30. To build the theoretical reference, established in the first chapter of this work several contribution were utilized such as: Van Dijk (1989), Beaugrande & Dressler (1981), Marquesi (1996), Koch (2002), Bakhtin (2000), Foucault (1999) and Maingueneau (2000), whose contributions appear spread to the long of the analyses. The analysis and the data discussion presented in the second chapter were organized into 2 stages: one analyzes the texts from the analyst perspective and the other focuses the interviewed answers. This research allowed us to ascertain that the 30 analyzed texts presented all the textual standards and they were characterized by the presence of accessible arguments to the interlocutors, although the "acceptability" question seems to have committed 17 readers performance. The intertextuality was proved in 29 of the 30 texts, appearing in witty tone and under the form of subversion parody with the purpose to create stereotypes. In synthesis, the analyzed texts catch the form of the slogan gender, proverbs e advertising, but however make fun of, transgress or contest its contents.
Palavras-chave: Leitura
Linguística
Escrita (Linguística)
Linguística Textual
Análise do Discurso
Enunciados
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1137
Data do documento: 2006
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Letras (Campus de Três Lagoas)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Jacqueline Mariani Pereira.pdf649,66 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.