Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1126
Tipo: Dissertação
Título: A narrativa em questão: recriação no romance Amar-te a ti nem sei se com caricias de Wilson Bueno
Autor(es): Peron, Eliza da Silva Martins
Abstract: Esta é uma pesquisa sobre o romance Amar-te a ti nem sei se com caricias (2004) de Wilson Bueno, cuja maestria da escrita consagra a narrativa por meio do trabalho com a linguagem. Analisamos a narrativa na perspectiva da elaboração dos textos literários contemporaneos, discutindo temas como a transgressão à forma tradicional do fazer literário, a fragmentação da narrativa, a ironia e o jogo como recursos fundamentais para a urdidura da narrativa, enfatizando a invenção verbal e os diferentes recursos estilisticos que Bueno aproveita intencionalmente para tecer a narrativa para além da simples cópia. Retomamos também a discussão sobre o "fim das grandes narrativas", pois vimos surgir na contemporaneidade textos que preferem a linguagem como enredo, cuja diferença está em sua não-pretensão de romper com o movimento que lhe deu origem, ao contrário, sugerem ao mesmo tempo continuismo e profanação com os escritores ou com a linguagem precedente. Assim é por meio do diálogo com o passado e com sintaxe labirintica, que Bueno instala construções inusitadas, o que serve tanto para revitalizar a linguagem contemporanea quanto a prosa oitocentista. Nessa perspectiva, a dissertação ressalta o caráter de renovação e de revitalização na obra em questão. Assim, temos em Amar-te a ti nem sei se com caricias uma interpenetração de discursos que privilegia o jogo e a ironia, segundo os aspectos da recriação e da apropriação. Esse movimento de reescritura, de recriação, possibilita o diálogo entre os séculos XIX e XXI, o que verificamos pelas relações intertextuais estabelecidas como operadoras de diálogos com a tradição literária, elementos que Bueno retoma e registra, constituindo tanto uma sátira quanto uma homenagem à lingua portuguesa, "inculta e bela". É deste modo que a narrativa de Bueno revela-se: como atualização do passado pela perspectiva histórica e também como atualização do presente, repensando e recriando as formas e os conteúdos do passado, revelando as formas da recriação demonstrando talento único de quem domina não só a própria linguagem, mas a arte de narrar, iluminando o silencio, os interditos, o dito e o não-dito com palavras.
This is a research on the romance "Amar-te a tinem sei se com caricias" (2004), by Wilson Bueno, whose mastery of the writing consecrates the narrative through the work with the language. We analyzed the narrative in the perspective of the elaboration of the contemporary literary texts, discussing themes as the transgression to the traditional form of doing literary, the fragmentation of the narrative, the irony and the game as fundamental resources for the warp of the narrative, emphasizing the verbal invention and the different stylistic resources that Bueno takes advantage intentionally to weave the narrative for besides the simple copy. We also retook the discussion on the "end of the great narratives" because we saw to appear in the contemporary texts that prefer the language as plot, whose difference is in their no-pretension of breaking with the movement that gave their origin, to the opposite, they suggest a sequence and profanation at the same time with the writers or with the precedent language. It is like this through the dialogue with the past and with sinuous syntax, that Bueno installs unusual constructions, what serves so much to revitalize the contemporary language as the nineteenth prose. In that perspective, the dissertation emphasizes the renewal character and revitalisation in the work in subject. Like this, we have in "Amar-te a ti nem sei se com caricias" an interpenetration of speeches that privileges the game and the irony, according to the aspects of the rewriting and of the appropriation. That rewriting movement, of recreation , makes possible the dialogue among the XIX and XXI centuries, what verified for the relationships established intertextuals as operators of dialogues with the literary tradition, elements that Bueno retakes and registers, constituting as much a satire as a homage to the Portuguese language, "uncultured and beautiful woman". This way that Bueno's narrative is revealed: as updating of the past for the historical perspective and also as updating of the present, rethinking and recreating the forms and the contents of the past, revealing the forms of the recreation demonstrating only talent of who dominates not only the own language, but the art of narrating, illuminating the silence, the injunctions, the statement and the no-said with words.
Palavras-chave: Narrativa
Literatura Brasileira
Escritores
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1126
Data do documento: 2008
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Letras (Campus de Três Lagoas)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Eliza da Silva Martins Peron.pdf701,74 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.