Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1060
Tipo: Dissertação
Título: A formação do território turístico de Pedro Juan Caballero (Paraguai)
Autor(es): Martins, Patrícia Cristina Statella
Abstract: O presente trabalho tem como objetivo analisar a formação do território turístico na cidade de Pedro Juan Caballero (PY), que faz fronteira seca com a cidade brasileira de Ponta Porã (BR), localizada no Mato Grosso do Sul, formação decorrente do fluxo de turistas de compras. O foco da pesquisa é a cidade paraguaia que recebe turistas que buscam adquirir produtos importados. A vocação comercial de Pedro Juan Caballero tem suas origens no final do século XIX e se expande no decorrer do século XX quando a localidade se torna ponto de pouso para as caravanas que transportavam erva-mate até Concepción. A partir da década de 60 o comércio de produtos importados se fortalece, consolidando o turismo de compras, atividade esta que transforma a área fronteiriça em um território turístico. Nesse sentido, este trabalho se propõe entender a formação desse território turístico e a maneira pela qual a presença do turismo interferiu na vida da população local bem como em novas configurações na cidade. Percebeu-se que esse fenômeno é muito mais amplo do que pressupõem seus próprios atores, os pedrojuaninos. As territorialidades, decorrentes desse processo, serão tratadas sob a percepção daqueles que estão envolvidos direta ou indiretamente com a atividade turística, discutindo-se, assim, algumas das particularidades da atividade turística em áreas fronteiriças e, de forma específica, a prática das compras. Espera-se que a análise do fenômeno turístico nesse território fronteiriço traga contribuições e abra espaço para novas descobertas nessa área de estudo, que é muito recente na academia.
This work aims to analyze the formation of the tourist territory in the city of Pedro Juan Caballero (PY), which does land frontier with the Brazilian city of Ponta Pora (BR), located in Mato Grosso do Sul, this formation is resulted from the abundance of shopping tourists. The aim of this research is the Paraguayan city which receives tourists who want to purchase imported products. The commercial inclination of Pedro Juan Caballero has its origins in the end of the 19th century and it expands itself during the 20th century when the locality became a resting place for the caravans which transported yerba mate (Ilex paraguariensis) to the city of Concepción. Since the 1960's the trade of imported products increase one's, solidifying the cross-border shopping, activity that changes the frontier area at a tourist's territory. On this way, this work purposes to understand the formation of this tourist's territory and the way in which the presence of the tourism interfered in the life of the local population and the new configurations in the city as well. It follows that phenomenon is bigger than their own citizens, the pedrojuaninos, imagine. The territorialities, deriving from this process, are going to be carry by the perception of those who are direct or indirect involved with the tourist's activity, discussing some of the particularities of the tourist's activity in the border areas and, in a specific way, the shopping practices. It expects that the analysis of the tourist phenomenon in this territory of frontier brings assessments and offer information for new discoveries in this field of study that is, already, a new one at the academy.
Palavras-chave: Turismo
Geografia do Turismo
Turismo de Compras
Mercado Turístico
Áreas de Fronteira
Geografia Humana
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1060
Data do documento: 2007
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Geografia (Campus de Aquidauana)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Patrícia Cristina Statella Martins.pdf2,25 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.