Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1042
Tipo: Dissertação
Título: Impacto econômico da neosporose no sistema produtivo de gado de corte no Estado de Mato Grosso do Sul
Autor(es): Barros, Jacqueline Cavalcante
Abstract: Este trabalho foi elaborado com o objetivo de avaliar o impacto econômico da ocorrência da neosporose no setor produtivo de gado de corte do Estado de Mato Grosso do Sul. A partir da década de 90 surgiram novos padrões mundiais e exigências sanitárias diretamente ligadas à segurança alimentar, e uma crescente conscientização dos consumidores em relação à qualidade, uniformidade dos produtos e impacto ambiental, esses agentes passaram a influenciar o desenvolvimento do setor de produção e comercialização de carne bovina mundial. A busca por novos mercados mundiais levou o Brasil a se preocupar com padrões de qualidade, menor impacto ambiental, rastreabilidade, preço competitivo, e a exigência sanitária, que tornaram-se uma condição para consolidar a participação do país no mercado internacional. O setor produtivo da carne de Mato Grosso do Sul desempenha papel preponderante no desenvolvimento da economia do Estado. Algumas enfermidades como a neosporose comprometem o desempenho reprodutivo e causam perdas econômicas no rebanho. Considerando a importância econômica do setor produtivo da carne bovina para o MS, a necessidade do produtor conhecer os pontos de estrangulamento que impedem o aumento da eficiência da empresa rural, e o estudo de uma doença sob o ponto de vista econômico, justifica-se o presente estudo para estimar a perda que a doença traz para a atividade rural e, dimensioná-la para o Estado de MS. Foram avaliadas 1.098 novilhas da estação de reprodução ao nascimento dos bezerros em relação ao desempenho reprodutivo, e realizado o diagnóstico sorológico de neosporose. Com o software Gerenpec foi simulada a evolução do rebanho e receita para uma fazenda modal segundo o padrão tecnológico, bem como para o Estado de Mato Grosso do Sul. A taxa de natalidade para as novilhas soropositivas e soronegativas para neosporose foi de 28,24% e 50,12%, respectivamente. Os resultados identificaram uma associação significativa entre as novilhas positivas para neosporose e a proporção de abortos no rebanho, o que ocasionou um impacto no desempenho reprodutivo de 6%. Propriedades que adotam práticas de baixa tecnologia sofreram uma perda econômica com a doença de 14%; em propriedade com uso de média tecnologia a perda foi de 21%, e as que adotam alta tecnologia a perda foi de 34%. A neosporose acarretou um impacto negativo na arrecadação do ICMS, por atividade econômica da pecuária bovina, de 25% para o período de 10 anos, o que corresponde, em valores de 2009, em uma perda na arrecadação de R$ 46.046.037,06. O estudo de uma doença, sob o ponto de vista econômico, que afeta o desempenho reprodutivo de um sistema de produção de gado de corte, como a neosporose, pode desenvolver ações estratégicas na gestão da propriedade considerando o retorno financeiro, bem como o controle da doença pelo Estado.
Palavras-chave: Aborto Animal
Tecnologia
Neospora Caninum
Agroindústria
Economia Agrícola
Produção (Economia)
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1042
Data do documento: 2011
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Administração

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Jacqueline Cavalcante Barros.pdf404,51 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.