Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/988
Tipo: Dissertação
Título: A expansão da cana em Birigui e a dinâmica agrária regional
Autor(es): Suguimoto, Edson Issamu
Abstract: A expansão da cultura canavieira no interior do estado de São Paulo provocou profundas transformações no espaço rural. Seu desenvolvimento modificou a relação de produção e a transformação no processo de desenvolvimento agroindustrial, que atraiu grandes contingentes de trabalhadores migrantes, provocando sérios problemas de ordem social, econômica e até política no território. Objetivando apresentar a problemática da expansão da monocultura da cana na microrregião de Birigui, foi realizado um estudo de caso, com pesquisa de campo junto a trabalhadores, a produtores de cana e à população afetada, com ênfase no estudo do município de Birigui. Por meio do levantamento bibliográfico e dos dados obtidos com a pesquisa de campo, foi possível perceber que o território é o palco de disputa pelo grande capital canavieiro com os agentes econômicos tradicionais da cidade de Birigui. Na busca por terra para o plantio da cana, a sua espacialização no território provoca mudanças profundas na produção agrícola na microrregião com a monocultura da cana com intenso uso de mão de obra assalariada no espaço rural, criando sérios problemas de ordem social, e trabalhista. Para viabilizar o empreendimento da cultura canavieira, são realizadas parcerias, arrendamentos, e compra de terras, o que inviabiliza outras culturas tradicionais, provocando a diminuição da produção de alimentos. Verificou-se também que, com o intenso uso da mecanização da cultura canavieira, muito postos de trabalho são fechados, trazendo preocupação aos trabalhadores, à população, aos governantes e aos movimentos sociais.
The expansion of sugarcane cultivation in the countryside of the State of São Paulo has caused profound changes in rural areas and its development has transformed its relationship between the production and the way of production the goods when facing the process of agribusiness development, which will attract a large numbers of migrant workers, causing serious social, economical and even political problems to its territory. Aiming to present the issue of monoculture expansion of sugarcane in the town of Birigui, a field research was made with workers, producers of cane and the affected population, emphasizing an existing case study of Birigui town. Through literature research and the results obtained from the field survey it was observed that the territory of Birigui is the main scenery for the dispute of the sugarcane‟s capital retention among the traditional economic agents in the town. In the search for new available land where sugarcane can be cultivated, the distribution in the territory causes profound changes in agricultural production of other goods, once there is such a high demand for the sugarcane cultivation, which creates an intensive use of hired labor in rural areas, creating serious social problems. To facilitate the development of sugarcane cultivation partnerships, leases and purchasing of land are held, which prevents the growth of other traditional cultures decreasing the production of food. It was also noted that with the intensive use of machinery for the production of sugarcane is reducing the number of employment, bringing concern to workers, the public, to governments and social movements.
Palavras-chave: Birigui (SP)
Cana-de-açúcar
Plantas Produtoras de Açúcar
Trabalhador Rural
Território
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/988
Data do documento: 2011
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Geografia (Campus de Três Lagoas)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Edson Issamu Suguimoto.pdf4,01 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.