Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/977
Tipo: Dissertação
Título: Valor energético, desempenho, lipídios séricos e composição corporal de frangos de corte recebendo óleo de soja e sebo bovino em diferentes combinações
Autor(es): Fascina, Vitor Barbosa
Abstract: Na avicultura industrial, o desenvolvimento de linhagens de frangos de corte com potencial genético para ganho de peso e conversão alimentar passou a exigir dos nutricionistas formulações de dietas com elevada densidade energética e adequado balanço de aminoácidos, a fim de atender às exigências para o crescimento e conversão alimentar e ainda proporcionar melhor rendimento de carcaça. Por conterem mais energia, em comparação aos carboidratos, os óleos vegetais e as gorduras de origem animal são opções valiosas para formulações de dietas com elevada densidade energética e com baixo custo por unidade de energia. Seu uso na alimentação de frangos de corte tem proporcionado efeito benéfico no desempenho das aves. É indispensável que se conheça com precisão o valor nutricional das fontes lipídicas a serem utilizadas na alimentação de aves. Como o nutriente energia é essencial na nutrição de aves e o Estado de Mato Grosso do Sul possui inúmeros frigoríficos com graxarias em função de ser o segundo maior rebanho de gado de corte do país, podendo fornecer quantidades suficientes de sebo bovino para serem utilizados na alimentação de aves. Tendo em vista que a energia representa a parte mais onerosa de uma dieta, e que a ração representa 70% do custo de produção de frangos de corte, pode ser de grande importância, a introdução de novas fontes lipídicas com um conhecido valor nutricional. O objetivo deste trabalho foi determinar o valor energético de misturas com diferentes proporções de óleo de soja (OS) e de sebo bovino (SB), bem como avaliar o desempenho, composição corporal e lipídios séricos de frangos de corte na fase inicial. Foram conduzidos dois experimentos com frangos de corte machos da linhagem Ross 308. No primeiro experimento, foi realizado um ensaio de digestibilidade com 100 frangos de corte dos 12 aos 21 dias de idade. Os tratamentos consistiram de cinco proporções de OS e SB (0:100, 25:75, 50:50, 75:25, 100:0). O método utilizado foi a coleta total de excretas durante 10 dias, sendo cinco dias para adaptação e cinco dias de coleta. No segundo experimento foram utilizados 930 pintos machos de um dia de idade, distribuídos em cinco tratamentos com seis repetições de 31 aves cada. No experimento I, os valores de energia metabolizável aparente (EMA) e de energia metabolizável aparente corrigida para nitrogênio (EMAn) aumentaram linearmente (P<0,01) com a maior participação do óleo de soja nas misturas. Entre as misturas de óleo de soja e sebo bovino, a de melhor valor de EMA e EMAn foi o tratamento com 75% de óleo de soja e 25% de sebo bovino. No experimento II, as fontes lipídicas incluídas em 4% na dieta x influenciaram de forma quadrática (P<0,01) o peso corporal e ganho de peso aos 21 dias de idade, aumentando até a proporção de 65,87:34,13 (OS:SB). A conversão alimentar foi melhorada até a proporção de 72,25:27,75. Os parâmetros de composição corporal, rendimento de carcaça e gordura abdominal não foram influenciados (P>0,05) pelas diferentes proporções lipídicas. A maior participação do óleo de soja nas misturas proporcionou redução linear nos valores de triglicérides (P<0,05), colesterol total (P<0,01), lipoproteína de baixa densidade (P≤0,05) e lipoproteína de densidade muito baixa (P<0,01). Não foi observada diferença significativa (P>0,05) para a lipoproteína de alta densidade. Pode-se concluir que a inclusão de OS em misturas com SB em dietas de frangos de corte melhora o valor energético para aves na fase inicial de criação. A adição de fonte lipídica insaturada à fonte lipídica saturada apresenta sinergismo com o aumento do valor energético das misturas. O melhor desempenho é na mistura de 75% de óleo de soja com 25% de sebo bovino. As diferentes proporções de OS:SB não alteram a composição corporal e as características de carcaça. O aumento da inclusão do óleo de soja nas dietas reduz os níveis de lipídios séricos em frangos de corte aos 21 dias de idade.
In the industrial aviculture, the development of lineages of broilers with genetic potential for weight gain and feed conversion started to demand of the nutritionists formulations of diets with high energy density and appropriate swinging of amino acids, in order to attend the demands for the growth and feed conversion and still to provide better carcass income. Because they contain more energy, in comparison to the carbohydrates, the vegetable oils and the animal fats are valuable options for formulations of diets with high energy density and with low cost for unit of energy. His use in the feeding of broilers has been providing beneficial effect in the performance of the birds. It’s indispensable that it is accurately known the nutritional value of the fats sources to be used in the feeding of birds. As the nutrient energy is essential in the nutrition of birds and the State of Mato Grosso do Sul possesses countless frigorifics with “graxarias” in function of being the second largest flock of cattle for slaughter of the country, it can supply enough amounts of beef tallow to be used in the feeding of birds. Having in mind that the energy represents the most onerous part of a diet, and that the ration represents 70% of the broilers cost of production, it can be of great importance the introduction of new fats sources with a known nutritional value. The objective of this work was to determine the energy value of mixtures with different proportions of soybean oil (SO) and of beef tallow (BT), as well as to evaluate the performance, body composition and serum lipids of broilers in the initial phase. Two experiments were conducted with broilers males of the lineage Ross 308. In the first experiment, a digestibility rehearsal was accomplished with 100 broilers during the period from 12 to 21 days of age. The treatments consisted of five proportions of SO and of BT (0:100, 25:75, 50:50, 75:25, 100:0). The used method was the total collection of excrete for 10 days, being five days for adaptation and five days of collection. In the second experiment were used 930 male broilers of one day of age, distributed in five treatments with six repetitions of 31 birds each. In the experiment I, the values of apparent metabolizable energy (AME) and of apparent metabolizable energy corrected for nitrogen (AMEn) had a linear increase (P <0,01) with the largest participation of the soybean oil in the mixtures. Among the mixtures of soybean oil and beef tallow, the one of best value of AME and AMEn was the treatment with 75% of SO and 25% of BT. In the experiment II, the fats sources included in xii 4% in the diet influenced in a quadratic way (P <0,01) the corporal weight and weight gain to the 21 days of age, increasing until the proportion of 65,87:34,13 (SO:T). The feed conversion was improved until the proportion of 72,25:27,75. The parameters of body composition, carcass income and abdominal fat were not influenced (P>0,05) by the different fats proportions. The largest participation of the soybean oil in the mixtures provided a linear decrease in the triglycerides values (P <0,05), total cholesterol (P <0,01), low density lipoprotein (P<0,05) and very low density lipoprotein (P <0,01). A significant difference was not observed (P>0,05) for the high density lipoprotein cholesterol. It can be concluded that the inclusion of SO in mixtures with the BT in diets of broilers improves the energy value for birds in the initial phase of creation. The addition of unsaturated fat source to the saturated fat source presents the increase of the energy value of the mixtures. The best performance is in the mixture of 75% of SO with 25% BT. The different lipidic proportions don't influence in the body composition and in the carcass characteristics. The increase of the SO in the diets reduces the values of serum lipids in broilers to the 21 days of age.
Palavras-chave: Gorduras
Lipídeos
Composição Corporal
Produção Animal
Frangos de Corte
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/977
Data do documento: 2007
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Ciência Animal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Vitor Barbosa Fascina.pdf622,78 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.