Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/940
Tipo: Dissertação
Título: Dinamica da população de Lutzomya longipalpis em Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Autor(es): Silva, Elaine Araujo e
Abstract: O municipio de Campo Grande, Estado de Mato Grosso do Sul, Brasil, apresenta ocorrencia de casos humanos e caninos de leishmaniose visceral desde 2002 e é classificado como área com transmissão intensa. O estudo foi realizado no periodo de maio de 2003 a abril de 2005, em parceria com a Fundação Nacional de Saúde e a Secretaria de Saúde do Estado com o objetivo de conhecer o comportamento e a sazonalidade da espécie Lutzomya longipalpis. As capturas foram realizadas com armadilhas luminosas, tipo CDC, em doze estações distribuidas na zona urbana. As estações com maior densidade situam-se na parte sul da cidade e a abundancia relativa aumentou durante, ou logo após, as precipitações pluviométricas. Nos meses frios e secos a quantidade foi reduzida e a abundancia relativa foi maior no peridomicilio. A borrifaçãção com alphacypermetrina, em intervalos de quatro meses, contribuiu para a diminuição do vetor em tres das quatro estações borrifadas e, das oito que não sofreram intervenção quimica, cinco tiveram aumento.
The city of Campo Grande, State of Mato Grosso do Sul, Brazil, has presented cases of canine and human visceral leishmaniasis since 2002, and is classified as an intense transmission area. This study was realized from May 2003 to April 2005, in partnership with National Health Foundation and the Secretary of Health of the State, with the objective of determining the behaviour and seasonality of the vector Lutzomya longipalpis. Captures were realized with CDC traps in twelve stations distributed in an urban zone. The stations with the higher sandfly population densities were situated in the southern part of the city and the relative abundance increased during or immediately after rainfall. During the cold and dry months the number of specimens was reduced and the relative abundance was higher in the peridomiciliary habitat. Spraying with alphacypermethrin at four month intervals contributed to the reduction of the vector in three of the four sprayed stations. Among the eight stations that did not receive chemical interventions, five showed an increase.
Palavras-chave: Doenças Parasitárias em Animais
Patologia Veterinária
Leishmaniose Visceral Animal
Protozooses em Animal
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/940
Data do documento: 2008
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Ciência Animal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Elaine Araujo e Silva.pdf465,27 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.