Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/923
Tipo: Dissertação
Título: Solubilidade cítrica, ruminal e abomasal do fósforo de fosfatos comerciais
Autor(es): Guerreiro, Jane Soila Domingues
Abstract: Estudou-se a solubilidade do fósforo contido em fosfatos bicálcicos, fosfatos monocálcicos, fosfatos supertriplos e fosfato monoamonio. Para a extração do fósforo, foram utilizadas metodologias in vitro, empregando solução de ácido cítrico a 2% com tres tempos de incubação e os líquidos ruminal e abomasal com tempo único de incubação. Os dados foram avaliados segundo delineamento experimental inteiramente ao acaso e as médias comparadas pelo teste de Tukey (P<0,05). Verificou-se que a extração com ácido cítrico a 2% apresentou maior sensibilidade para detectar as diferenças de solubilidade entre os fosfatos comerciais testados, especialmente em relação aos fostatos monobicálcicos. Apenas para dois dos fosfatos testados o tempo de incubação afetou (P<0,05) a solubilidade do fósforo no ácido cítrico a 2%. Dentre os líquidos biológicos, o abomasal foi mais eficaz em detectar diferenças de solubilidade de fósforo. Para o grupo dos fosfatos contendo teores baixos de cálcio, como os supertriplos, ou não contendo cálcio, como o fosfato monoamonio, as técnicas do ácido cítrico associadas aos líquidos biológicos mostraram-se capazes de detectar diferenças de solubilidade do fósforo.
Estudou-se a solubilidade do fósforo contido em fosfatos bicálcicos, fosfatos monocálcicos, fosfatos supertriplos e fosfato monoamonio. Para a extração do fósforo, foram utilizadas metodologias in vitro, empregando solução de ácido cítrico a 2% com tres tempos de incubação e os líquidos ruminal e abomasal com tempo único de incubação. Os dados foram avaliados segundo delineamento experimental inteiramente ao acaso e as médias comparadas pelo teste de Tukey (P<0,05). Verificou-se que a extração com ácido cítrico a 2% apresentou maior sensibilidade para detectar as diferenças de solubilidade entre os fosfatos comerciais testados, especialmente em relação aos fostatos monobicálcicos. Apenas para dois dos fosfatos testados o tempo de incubação afetou (P<0,05) a solubilidade do fósforo no ácido cítrico a 2%. Dentre os líquidos biológicos, o abomasal foi mais eficaz em detectar diferenças de solubilidade de fósforo. Para o grupo dos fosfatos contendo teores baixos de cálcio, como os supertriplos, ou não contendo cálcio, como o fosfato monoamonio, as técnicas do ácido cítrico associadas aos líquidos biológicos mostraram-se capazes de detectar diferenças de solubilidade do fósforo.
Palavras-chave: Ruminantes
Suplementos Dietéticos
Fósforo
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/923
Data do documento: 2004
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Ciência Animal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Jane Soila Domingues Guerreiro.pdf367,19 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.