Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/901
Tipo: Dissertação
Título: Bovinocultura de Mato Grosso do Sul: uma análise da atividade nos municípios
Autor(es): Verdi, Ricardo
Abstract: O Brasil apresenta o segundo maior rebanho bovino do mundo e é o maior exportador mundial de carne bovina. O Estado de Mato Grosso do Sul detém um dos maiores rebanhos, sendo importante peça desse cenário. Analisar a atividade em nível municipal é ferramenta essencial para o desenvolvimento sustentável e a compreensão da dinâmica produtiva. Este trabalho tem como objetivo geral analisar a bovinocultura dos municípios do MS e questionar o índice de produtividade mínima exigida pelo INCRA. Os indicadores foram analisados de forma univariada e multivariada (análise de agrupamento). Para análise de agrupamento utilizaram-se variáveis padronizadas, com método de agrupamento da distância de Pearson e o método de ligação pela mediana. Para analisar clusters de observações sob diferentes aspectos (rebanho, porte dos produtores, produtividade, leite, densidade bovina) juntaram-se grupos de variáveis relacionadas. Para cada análise de agrupamento foram formados cinco clusters. O município de Corumbá possui uma pecuária com características totalmente diferentes dos demais municípios do Estado; os fatores que mais o diferenciam estão relacionados com o grande efetivo de rebanho total e área de pastagens, com o maior rebanho médio de matrizes por propriedade, mas com baixos índices de produtividade (natalidade, abate, proporção de vacas ordenhadas, lotação em UA/ha). Douradina e Ladário caracterizam-se por uma pecuária de pequena dimensão absoluta e por produtores de pequeno porte. Paranaíba destaca-se pela grande produção leiteira e por ser o maior detentor de propriedades e proprietários de bovinos. Constatou-se um déficit de nascimentos perante o abate apontando o início de um novo ciclo de alta de preço da commodity carne. A classificação utilizada pelo INCRA, no que se refere à exploração e produtividade mínima da bovinocultura, não condiz com a realidade exposta neste trabalho. As tarifas de ICMS e alíquotas de exportação interestadual contribuem significativamente para a receita de alguns municípios; no entanto mais de 1,1 milhões de animais ainda são abatidos fora do Estado, deixando de gerar empregos e de agregar valor às atividades locais.
Brazil ranks second in cattle livestock in the world and is currently the largest beef exporter. The state of Mato Grosso do Sul holds one of the largest livestock, constituting a key part in this scenario. Analyzing the activity at municipal level is an essential tool for the sustainable development and for the understanding of the production dynamics. The general aim of this paper is to analyze cattle raising in MS municipalities and to question the minimal productivity index required by INCRA. The markers have been analyzed in single-variated and multivariate ways (cluster analysis). For so, standardized variables have been used, with cluster method of Pearson distance and with the linking method through the median. In order to analyze clusters of observations under different aspects (livestock, breeders´ activity, productivity, milk, bovine density) related groups of variables have been gathered. Five clusters have been formed for each cluster analysis. The municipality of Corumbá has characteristics completely different from those of other municipalities in the State; its most distinguishable features are related to the large overall number of head and pasture area. It has the largest average livestock of matrices per farm, but presents low productivity indices (birth rate, slaughter, proportion of milked cows, capacity of AU/ha). Douradina and Ladário are characterized by small breeders and by a small cattle raising dimension in absolute terms. Paranaíba is enhanced for its large dairy production and for housing most bovine land and land owners. A deficit in births in relation to slaughter was seen, pointing to the beginning of a new cycle of price rise of meat as commodity. The classification used by INCRA in relation to the minimum exploration and productivity in cattle raising is not compliant with the reality showed in this paper. ICMS tariffs and aliquots of interstate export contribute significantly to the income of some municipalities; however more than 1,1 million animals have yet been slaughtered outside MS, which fails to generate jobs and add value to local activities.
Palavras-chave: Agroindústria
Bovinocultura de Corte - aspectos econômicos
Análise de Conglomerados
Produtividade
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/901
Data do documento: 2008
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Agronegócios

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Ricardo Verdi.pdf3,76 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.