Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/609
Tipo: Dissertação
Título: Comparações entre taxas de encontro de mamíferos de médio e grande porte em focagens noturnas, em dois períodos sazonais, na Fazenda San Francisco (Pantanal, Miranda – Mato Grosso do Sul)
Autor(es): Teribele, Rodrigo
Abstract: A focagem noturna é uma atividade realizada no mundo inteiro como forma de procura ativa de diversas espécies de animais. Além de auxiliar em pesquisas científicas, também é utilizada no meio turístico para a observação de espécies ativas nesse período. Na Fazenda San Francisco (Pantanal de Miranda-MS), além de outras atividades turísticas, a focagem noturna é realizada em média de cinco a seis vezes por semana. Com isso, o objetivo desse trabalho foi acompanhar as focagens noturnas realizadas com os turistas nessa fazenda para fazer o levantamento das espécies de mamíferos de médio e grande porte que ocorrem na área. Três áreas da fazenda foram definidas, dependendo do uso da terra dado: a) área de arrozal, b) pecuária e c) reserva. As localizações das espécies foram georreferenciadas e plotadas sobre uma imagem de Satélite CBERS-2 (sensor CCD). Com os dados foram comparadas as taxas de encontro de cada espécie observadas durante as estações de cheia e seca e os índices de Shannon-Winner para as três diferentes áreas. Foram realizadas 21 coletas sendo 10 na cheia e 11 na seca. Ao todo, foram percorridos 540 km (270 km em cada uma das estações), sendo 280 km na área de cultivo de arroz, 185 km na área de reserva e 75 km na área de pecuária. Foram observadas quinze espécies de mamíferos de médio e grande porte das quais cinco ocorreram apenas na seca. Doze das quinze espécies foram observadas na área de reserva, nove na região do arrozal e o mesmo número na área de pecuária. A maior diversidade observada foi da área de reserva (1,670) depois na área de pecuária (1,493) e, por fim, na área de arrozal (0,545). Além disso, na maioria das observações feitas na região de arrozal as espécies estavam próximas a áreas de mata (menos de 360 m), com exceção de capivara Hydrochoerus hydrochaeris, mostrando a importância das bordas de mata. As densidades, calculadas através do programa DISTANCE, na cheia e na seca, respectivamente, para as diferentes espécies foram as seguintes: cervodo- pantanal (Blastocerus dichotomus) 0,273 ±0,080 indiv./km2, 0,301 ±0,088 indiv./km2; capivaras (H. hydrochaeris) 12,965 ±2,081 indiv./km2, 28,959 ±5,449 indiv./km2; lobinho (C. thous) 0,919 ±0,306 indiv./km2, 2,034 ±0,621 indiv./km2 e jaguatirica (Leopardus pardalis) 0,428 ±0,052 indiv./km2, 0,516 ±0,149 indiv./km2. A taxa de encontro de tamanduá-bandeira Myrmecophaga tridactyla na cheia foi de 0,007 indiv./km e na seca foi de 0,140 indiv./km sendo que só foi possível calcular a densidade dessa espécie nesse último período (1,054 indiv./km2). As densidades de grupos de H. hydrochaeris também foram maiores na seca (dens. cheia = 4,295 ± 0,514 grupos/km2; dens. seca = 6,072 ±0,819 grupos/km2). Com exceção do lobo-guará Chrysocyon brachyurus, que teve uma taxa de encontro maior na cheia, todas as demais espécies tiveram um taxa de encontro na seca maior do que na cheia. Dessa forma, a melhor época do ano para a observação a maioria das espécies é a seca e essa informação pode ser usada para melhorar a atividade turística. A diversidade de mamíferos é dependente da floresta – foram observadas mais espécies na área de reserva e próximo às bordas de mata do que em outro ecossistema. Essa informação pode ser útil no planejamento do uso da paisagem, considerando a importância dos corredores de florestas nas diferentes atividades das quais as terras no Pantanal são tradicionalmente usadas.
Spotlighting is used to actively search for animals with research or tourism purposes. In Fazenda San Fancisco, located in the Pantanal of Miranda in the State of Mato Grosso do Sul – Brazil, spotlighting is performed five to six times a week for tourism purposes. The objective of this study was to attend the tourism spotlighting activity in order to obtain an inventory of mammals of middle and large size that occur in the area. Three areas of the ranch were defined depending on the land use given: a) rice plantation area, b) cattle ranching area and c) forest reserve. Location of species were geo-referenced and plotted on a Satellite image CBERS – 2 (CCD). With the data we established the encountered rate for each species observed during the wet and the dry season and the Shannon-Winner indices for three different areas. We collected data during 21 events, 11 of them happened in the dry season and 10 happened in the wet season. The total distance traveled in the farm was of 540 km, 270 km for each season, 280 km in the rice plantation area, 185 km in the forest reserve and 75 km in the cattle ranching area. A total of 15 species were observed, 5 of them only in the dry season. Twelve species were observed in the forest reserve, nine in the rice plantation area, and nine in the cattle ranching area. The highest diversity was observed in the forest reserve (1,670), followed by the cattle ranching area (1,493), followed by the rice plantation area (0.545). The majority of the observations made in the rice plantation area happened very close to the forest (less than 360 mt.) with the exception of Hydrochoerus hydrochaeris, this shows the importance of the forest edge effect. Density during wet and dry season respectively for the different species are as follows: Marsh deer (Blastocerus dichotomus) 0,273 ±0,080 indiv./km2; 0,301 ±0,088 indiv./km2; Capybara (H. hydrochaeris) 12,965 ±2,081 indiv./km2; 28,959 ±5,449 indiv./km2; Crab-eating fox (Cerdocyon thous) 0,919 ±0,306 indiv./km2; 2,034 ±0,621 indiv./km2; Ocelot (Leopardus pardalis) 0,428 ±0,052 indiv./km2; 0,516 ±0,149 indiv./km2. The encounter rate for the giant ant-eater (Myrmecophaga tridactyla) was of 0,007 indiv./km in the wet season and 0,140 indiv./km in the dry season; we could only calculate the density of the species in the dry season which was of 1,054 indiv./km2. The group density for H. hydrochaeris was also higher in the dry season 4,295 ± 0,514 groups/km2; than in the wet season 6,072 ± 0,819 groups/km2. For all species with exception of the Maned Wolf (Chrysocyon brachyurus) all encounters rates were higher during the dry season than during the wet season. We conclude that in Fazenda San Francisco the best time of the year to observe the most species would be the dry season, this data could be used for the advance of the tourism activity. Diversity of mammals in is forest - dependent, we observed more species in the Forest Reserve and close to the forest edge than in other ecosystems. This information could be useful in the planning of landscape use considering the importance of forest corridors in the different activities for which Pantanal land is traditionally used.
Palavras-chave: Pantanal - Brasil
Ecologia Animal
Satélites Artificiais
Imageamento de Satélite
Sensoriamento Remoto
Ecoturismo
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/609
Data do documento: 2007
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Ecologia e Conservação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Rodrigo Teribele.pdf6,03 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.