Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/605
Tipo: Dissertação
Título: Ocorrencia de mercurio em lobo-guara (Chrysocyon brachyurus) e componentes de dieta do Parque Nacional da Serra da Canastra e areas do entorno, Minas Gerais, Brasil
Autor(es): Leão, Renata Spolti
Abstract: O mercurio é um metal pesado bioacumulável nos organismos e tóxico a vida silvestre. Os lobos-guara (Chrysocyon brachyurus), por ocuparem um alto nivel na cadeia trófica e uma razoável longevidade, podem servir como indicadores da contaminação ambiental por mercúrio. Neste estudo foram investigados os niveis de mercúrio total nos pelos de lobos-guara e de tecidos de pequenos mamiferos e frutos de Solanum lycocarpum, componentes de sua dieta, do Parque Nacional da Serra da Canastra (PNSC) e de fazendas do seu entorno, com intuito de discutir o risco de acumulação do metal pelo animal a partir da dieta nas diferentes áreas de vida e a contaminação por mercúrio mesmo em áreas distantes de fontes representativas. A concentração de mercúrio nos pelos dos lobos-guara variou entre 0,62 a 9,8 µg/g e foi maior nos individuos com area de vida exclusiva ao Parque, sendo as mesmas não relacionadas ao sexo, idade e peso dos lobos-guara. Dentre os pequenos mamiferos, as concentrações do metal variaram entre 0,05 a 1,09 µg/g, e também foram maiores nos individuos do interior do PNSC, enquanto os frutos de S. lycocarpum apresentaram valores bastante baixos (média de 0,04 μg/g) ou abaixo da concentração minima detectada pelo método. Pequenos mamiferos e frutos representam para os lobos-guara fonte de contaminação em maior e menor grau, respectivamente. Alguns lobos-guara apresentaram niveis elevados de mercúrio em seus pelos apesar da região do PNSC estar distante de fontes importantes do contaminante, contudo, os niveis do metal foram menores aos associados com efeitos adversos em mamiferos silvestres e indicam variações na dieta entre os individuos e dependencia da area de vida.
Mercury is a bioacumulative heavy metal in organisms and is toxic to wildlife maned wolves (Chrysocyon brachyurus) since occupying a high level in the trophic chain and having a reasonably longevity, may serve as indicatives of environmental Hg contamination. In this study the levels of Hg was investigated in fur of maned wolves and in tissues of small mammals and fruits of Solanum lycocarpum, both important components of its diet in the National Park of Serra da Canastra as well as in farms near by with the aim, of discussing the accumulation risk of this metal in the animal trough its diet in different life areas and Hg contamination in areas situated far from representative sources. The concentration of Hg in maned wolves varied between 0.62 and 9.8 µg/g and was greater in individuals with life areas exclusively inside the Park and was not related to sex, age and weigh of the maned wolves. Among the small mammals the concentration of the metal varied between 0.05 and 1.09 µg/g and were greater than those individuals living in the interior of the Park and the fruits of S. lycocarpum presented levels very low and even below the minimum concentration detected by the method. Small mammals and fruits represent to maned wolves the higher and the lowest source of Hg, respectively. Some maned wolves presented high levels of Hg in its fur although in the region of the PNSC being Hg levels were lower than those associated with adverse effects in wild mammals and indicate modification in the diet dependent of its living area.
Palavras-chave: Mercúrio
Lobos
Poluição Ambiental
Ecologia de Cerrado
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/605
Data do documento: 2007
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Ecologia e Conservação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Renata Soares de Almeida.pdf437,32 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.