Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/601
Tipo: Dissertação
Título: Efeitos da velocidade da correnteza na distribuicao de macroinvertebrados limnicos em rios de Bonito, Centro-Oeste
Título(s) alternativo(s): Effect of the current velocity in the distribution of freshwater macroinvertebrates in rivers of Bonito, Brazilian Center-West
Autor(es): Maia, Rafaela Camargo
Abstract: Os padrões de distribuição e abundancia dos macroinvertebrados aquáticos são determinados pelas caracteristicas ambientais que levam a diferenças na disponibilidade de recursos e de refúgios contra predação e perturbação, influenciando assim, a estrutura das comunidades. A velocidade da correnteza é um dos fatores ambientais mais importantes na distribuição desses organismos, podendo influenciar também o tamanho dos individuos. Neste trabalho estudou-se a distribuição de macroinvertebrados associados a macrófitas em diferentes velocidades da correnteza com objetivo de 1) avaliar se existe variação na estrutura da comunidade de macroinvertebrados associados a macrófitas em diferentes rios e velocidades de correnteza e 2) verificar se a estrutura das comunidades de moluscos é similar em dois niveis de velocidade da água, em relação à distribuição de tamanhos. Este estudo foi realizado em dois rios na região de Bonito, Mato Grosso do Sul, centro-oeste brasileiro. Foram coletados 22 morfotipos de macroinvertebrados nos dois rios, representados por 19 familias e pelas classes Turbellaria, Oligochaeta e Hirundinea. As amostras foram dominadas numericamente por moluscos gastrópodes, principalmente da familia Hydrobiidae e por anfipodos da familia Hyalellidae. Os moluscos apresentaram maior densidade em baixas velocidades, enquanto os anfipodos só foram registrados no rio Sucuri. Não foram encontradas diferenças significativas na riqueza de espécies e na densidade média de macroinvertebrados entre os rios e velocidades da correnteza amostrados, mas a composição das comunidades foi diferente. As amostras coletadas em locais com velocidade baixa no Rio Sucuri foram significativamente diferentes daquelas do rio Baia Bonita. Não houve diferença significativa em relação às amostras coletadas em velocidades baixa e alta no mesmo rio, apesar de haver uma tendencia à separação. Por outro lado, as amostras obtidas em áreas de velocidade alta no Rio Sucuri não diferiram daquelas do rio Baia Bonita. Os quatro principais grupos que contribuiram para as essas diferenças foram caramujos das familias Hydrobiidae e Ancylidae, anfípodos e Odonata. Estas familias influenciaram a dissimilaridade destas comunidades porque ocorreram em densidades muito diferentes nas amostras ou porque estavam ausentes em um dos ambientes. A similaridade dentro de um mesmo rio pode estar relacionada é presença de grandes bancos de macrófitas aquáticas nas áreas de estudo que podem reduzir a velocidade da água ou proporcionar local de fixação. Não foram observadas interações entre o rio e o tamanho para nenhuma espécie de molusco, sugerindo que o fator rio não influenciou na variação da distribuição de tamanho o que também pode ser resultante da presença de plantas aquáticas nos ambientes.
The patterns of distribution and abundance of the freshwater macroinvertebrates are determined by the ambient characteristics that take the differences in the availability of resources and shelters against predation and disturbance, thus influencing, the structure of the communities. The current velocity is one of the more important ambient factors in the distribution of these organisms, that able to influence the size of the individuals. In this work it was studied the distribution of macroinvertebrates associates the macrophytes in different speeds of the water with objective 1) evaluating if the variation in the community structure of the macroinvertebrates associates the macrophytes in different rivers and current velocity and 2) to verify if the structure of the molluscs communities is similar in two levels of speed of the water, in relation to the distribution of their sizes. This study it was carried through in two rivers in the region of Bonito, Mato Grosso do Sul, Brazilian Center-West. Twenty-two taxa of macroinvertebrates in the two rivers were collected, represented for 19 families and the Turbellaria, Oligochaeta and Hirundinea classes. The samples were numerically dominated by gastropods, mainly of the Hydrobiidae family and for amphipod of the Hyalellidae family. The snails presented greater density in low speeds, while the amphipod was registered only in the Sucuri river. Significant differences in the richness of species and the mean density of macroinvertebrates between the rivers and current velocities had not been found, but the composition of the communities was different. The samples collected in places with low speed in the Sucuri river was significantly different of those of the Baia Bonita river, while it did not have significant difference in relation to the samples collected in low and high speeds in the same river, although to have a tendency to the separation. On the other hand, the samples gotten in areas of high speed in the Sucuri river had not differed from those of the Baía Bonita river. The four main groups that had contributed for these differences was snails of the families Hydrobiidae and Ancylidae, amphipod and odonate. These families influenced the differences of these communities because they had occurred in different densities in the samples or because they were absent in one of environments. The similarity inside of one river can be related to the presence of great banks of aquatic macrophytes in the study areas that can reduce the speed of the water or provide setting place. There are not observed interactions between the river and the size for the snail's species, suggesting that the factor river did not influence in the variation of the size distribution what also can be resultant of the presence of aquatic plants in environments.
Palavras-chave: Moluscos
Mollusca
Turbellaria
Colônias De Animais
Vermes
Ecologia Animal
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/601
Data do documento: 2006
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Ecologia e Conservação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Rafaela Camargo Maia.pdf1,51 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.