Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/595
Tipo: Dissertação
Título: Estrutura das comunidades de artrópodos ectoparasitos em pequenos mamíferos na Ilha Mutum, Porto Rico, Paraná
Autor(es): Gomes, Mariuciy Menezes de Arruda
Abstract: O entendimento das relações entre ectoparasitos e pequenos mamíferos tem aumentado nas últimas décadas, uma vez que esses organismos são capazes de fornecer respostas rápidas sobre padrões de comunidade, devido ao grande número de replicações conseguidas com as capturas de hospedeiros. Neste estudo, reportamos informações sobre estas relações entre populações de hospedeiros de uma ilha fluvial do rio Paraná (Ilha Mutum). Em seis meses de coleta, capturamos 324 hospedeiros: Oecomys bicolor (n=236), Didelphis albiventris (n=36) e Gracilinanus agilis (n= 52) que abrigaram 5981 ectoparasitos pertencentes a dezessete morfoespécies de ácaros e uma espécie de pulga. Testamos três perguntas: 1.O sexo do hospedeiro influencia a composição das comunidades de ectoparasitos de pequenos mamíferos? Para isso, utilizamos índices de prevalência, intensidade média e abundância média de infestação e verificamos que o sexo não influenciou a estruturação das comunidades de ectoparasitos. 2. A comunidade de ectoparasitos sobre O. bicolor é estruturada? Através de modelos nulos, pudemos verificar que existe estrutura e que as espécies de ectoparasitos têm distribuição agregada. 3. Características morfométricas e / ou o sexo dos hospedeiros explicam a abundância dos ectoparasitos? Verificamos que isso não ocorreu. Concluímos, portanto, que relações entre as espécies de ectoparasitos (competição intra e interespecífica) são as principais determinantes da estruturação da comunidade de ectoparasitos e que características dos hospedeiros têm pouca influência.
The understanding of the relationship between ectoparasites and small mammals has increased in the last decades, since these organisms are able to provide fast answers on patterns of community because of the large number of replications achieved by host trapping. In this work, we report information on the relationships between host populations of a river island of the Paraná River (Mutum Island). In six months of collection, 324 hosts were collected: Oecomys bicolor (n=236), Didelphis albiventris (n=36) e Gracilinanus agilis (n= 52), housing 5,981 ectoparasites belonging to seventeen species of mites and one species of flea. We tested three questions: 1. Does the sex of the host influences the composition of communities of ectoparasites of small mammals? For this purpose, we used levels of prevalence, mean intensity and mean abundance of infestation and found that sex did not influence the structure of communities of ectoparasites. 2. Is the community of ectoparasites on O. bicolor structured? By null models, we found that structured and the species of ectoparasites have aggregated distribution. 3. Do morphometric characteristics and / or the sex of hosts explains the abundance of ectoparasites? We found that this is not the case. We concluded that relationships between the species of ectoparasites (intra and inter-specific competition) are the main determinants of ectoparasite community structure, and that host characteristics are of little influence.
Palavras-chave: Parasitos
Mamíferos
Populações Animais
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/595
Data do documento: 2009
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Ecologia e Conservação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Mariuciy Menezes de Arruda Gomes.PDF698,51 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.