Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/569
Tipo: Dissertação
Título: Áreas de uso e seleção de habitats de tres espécies de carnivoros de médio porte na Fazenha Nhumirim e arredores, Pantanal da Nhecolandia, MS
Autor(es): Rocha, Fabiana Lopes
Abstract: Tres espécies de carnivoros simpátricos, jaguatirica (Leopardus pardalis), quati (Nasua nasua) e cachorro-do-mato (Cerdocyon thous), foram estudadas usando radiotelemetria entre fevereiro e outubro de 2005, no Pantanal da Nhecolandia, MS. O objetivo principal deste estudo foi estimar o tamanho e descrever a forma das áreas de uso destas espécies, examinar a sobreposição das mesmas e avaliar a seleção de habitats nestas espécies. Considerei "área de uso" como a extensão da área usada por um animal em um periodo especifico de tempo e "seleção de habitat" como o uso desproporcional de determinado habitat em relação à sua disponibilidade. Oportunisticamente obtive informações sobre interações sociais, medidas morfométricas, imobilização quimica, valores hematológicos, hemoparasitas e as espécies de ectoparasitas (carrapatos) que infestaram as espécies estudadas. Ao longo deste estudo, 39 individuos foram capturados e 22 foram imobilizados quimicamente. Destes, cinco jaguatiricas, seis quatis e seis cachorros-do-mato foram aparelhados com radiotransmissores. Para tres deles, não obtive localizações suficientes para a análise dos dados. A área de uso das jaguatiricas variou de 1,8 a 4,9 km2 nas femeas (n=4) e o único macho monitorado usou uma área de 6,2km2. Sobreposições extensas das áreas de uso foram freqüentes. O macho apresentou área bi-nucleada que se sobrepos à pelo menos duas femeas; uma femea teve a área de uso completamente sobreposta por outra. Nos quatis machos, a área de uso média foi de 1,4 km2 (n = 2) e do grupo social, que incluiu 18 individuos, foi de 1,2 km2. As duas femeas monitoradas pertenceram a este grupo, assim suas áreas de uso sobrepuseram-se quase completamente; já a área dos machos se sobrepos apenas nas áreas limitrofes. A área de um macho se sobrepos cerca de 20% à área das femeas durante a estação reprodutiva. Para os cachorros-do-mato, a área de uso média estimada foi de 1,5 Km2 e não houve diferença entre machos e femeas. Sobreposições de áreas foram frequentes em ambos os sexos e o percentual de sobreposição variou de 0 a 76,5%. Cachorros-do-mato e quatis tiveram mais sobreposição de suas áreas de uso entre si que com jaguatiricas, contudo aparentemente não houve exclusão entre as tres espécies. Ao alocarem suas áreas de uso (seleção de 2ª ordem), as tres espécies preferiram locais com maior cobertura vegetal e disponibilidade de água. Dentro das áreas de uso (seleção de 3ª ordem), quatis e jaguatiricas preferiram áreas de floresta enquanto o cachorro-do- mato preferiu campo cerrado.
I studied three species of sympatric carnivores, the ocelot (Leopardus pardalis), ring-tailed coati (Nasua nasua) and crab-eating fox (Cerdocyon thous), by radiotelemetry, between February and October of 2005, in the Pantanal of the Nhecolandia, MS, Brazil. My main objectives were to estimate the size, shape and overlap of the home range of each species, and to evaluate their habitat selection. I considered "home range" as the extension of area used by an animal in a given period of time and "habitat selection" as the disproportional use of a determined habitat in relation to its availability. Opportunistically, I took body measurements and obtained information on social interactions, sedation, hematology, hemoparasites, and ectoparasites (ticks) occurrence. During this study, I captured 39 animals, sedated 22 and equipped five ocelots, six ring-tailed coati and six crab-eating fox with radio transmitters. However, I did not get enough locations to analyze the data of three of these individuals. The home range of the ocelots was 1.8 - 4.9 km2 for females (n=4) and the only male monitored had a 6.2 km2 composite area. Extensive home range overlap was frequent. The ocelot male had bi-nuclear area and overlapped at least two females, whereas the home range of one female was completely overlapped by other female. The mean home range of solitary males of ring-tailed coati was 1.4 km2 (n=2) and the social group that included at least 12 animals had a home range of 1.2 km2. The two radio-tracked females belonged to that group, so their home ranges overlapped each other almost completely. A male overlapped about 20% of the home range of the females during the reproductive period. The mean home range of crab-eating fox was of 1.5 km2 and did not differ among sexes. Overlapping home ranges were frequent in both sexes and ranged from 0 to 76.5%. The home range of crab-eating fox and ring-tailed coati overlapped more with each other than with ocelots. However, none of the species seemed to be excluding the others. All three species preferred to allocate their home ranges (selection of 2nd order) in areas with forest patches and water availability. Inside their home ranges (selection of 3rd order), ring-tailed coatis and ocelots presented preference for forest and the crab-eating fox preference for scrub savanna.
Palavras-chave: Comportamento Animal
Habitat
Ecologia Animal
Animais Carnívoros
Carnivora
Mammalia
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/569
Data do documento: 2006
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Ecologia e Conservação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Fabiana Lopes Rocha.pdf1,41 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.