Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/549
Tipo: Dissertação
Título: Análise da vegetação arbórea em um remanescente de cerradão em Bandeirantes MS
Título(s) alternativo(s): Analysis of the arboreal vegetation of a cerradão remnant in Bandeirantes MS
Autor(es): Camilotti, Dirce Cristiane
Abstract: O objetivo do estudo foi descrever a composição e estrutura da vegetação da comunidade arbórea de um remanescente de cerradão em Bandeirantes/MS, além de verificar a síndrome de dispersão, o padrão de distribuição espacial das espécies com maior densidade e efetuar a análise multitemporal da área e seu entorno. A área estudada (19º 55´04'' S e 54º 21´50'' W) está localizada no Assentamento Barreirinho Flores e compreende 479,69 ha. Para a análise florística e fitossociológica foram alocadas 16 parcelas de 25 x 25m (1 ha). Todos os indivíduos pertencentes ao estrato arbóreo, com DAP (diâmetro a altura do peito) ≥ 5cm e altura ≥ 3m, foram amostrados e identificados. As espécies e indivíduos foram classificados quanto à categoria funcional e estrutural (deciduidade, textura da folha e presença de pilosidade) e síndrome de dispersão (zoocoria, anemocoria e autocoria). A determinação do padrão de distribuição espacial foi feita através do índice de Morisita (Id) e a análise multitemporal efetuada por meio de duas imagens de satélite, uma de 1985 e outra de 2004. Foram amostrados 2118 indivíduos distribuídos em 34 famílias, 63 gêneros e 82 espécies. As espécies de maior IVI e IVIA foram Rudgea viburnoides, Tapirira guianensis, Qualea parviflora, Q. grandiflora, e Xylopia aromatica. A área basal foi de 23,51 m2/ha. O índice de Shannon (3,079) indicou alta diversidade de espécies e a equabilidade (J´) de 0,78 evidenciou a tendência de distribuição homogênea dos indivíduos por espécie. A distribuição diamétrica e de altura revelaram a concentração de indivíduos no estrato arbóreo inferior e nas classes de menores diâmetros, indicando que a área encontra-se em regeneração. A alta densidade de indivíduos sempre verdes (47%) sugere que no cerradão estudado não ocorrem períodos de déficit hídrico severos. A síndrome de dispersão predominante foi a zoocoria (48% das espécies e 64,46% dos indivíduos), evidenciando a importância de T. guianensis e R. viburnoides como fornecedoras de recursos para a fauna local. A análise multitemporal demonstrou redução de 81,83% da vegetação original e regeneração da área onde se realizou o estudo, provavelmente devido a localização contínua com um fragmento maior que atuou como fonte colonizadora. Foi verificado padrão de distribuição espacial agregado para T. guianensis, R. viburnoides. Q. parviflora e X. aromatica, sendo que para Q. grandiflora o padrão foi aleatório. Os dados obtidos no estudo fornecem subsídios para futuras medidas conservacionistas e evidenciam a importância do remanescente como fornecedor de matrizes e para a conservação da diversidade local.
The aim of this study was to describe vegetation composition and structure of the tree community of a cerradão remnant in Bandeirantes/MS, besides verifying the dispersion syndrome, the pattern of spatial distribution of species with higher density and to accomplish the multitemporal analysis of the area and its surroundings. The studied area (19° 55´04"S and 54° 21´50"W) is located in Assentamento Barreirinho Flores and has 479,69 ha. Floristic and phytosociological analysis were performed in 16 plots of 25 x 25 m (1 ha). All individuals belonging to the arboreal stratum, with DBH (diameter at breast height ) ≥ 5 cm and height ≥ 3 m, were sampled and identified. The species and individuals were classified by functional and structural category (deciduocity, leaf texture and presence of pilosity) and dispersion syndrome (zoochory, anemochory and autochory). Determination of spatial distribution pattern was performed using Morisita index (Id) and the multitemporal analysis was determined using two satellite images, one from 1985 and the other from 2004. A total of 2118 individuals distributed in 34 families, 63 genera and 82 species were sampled. The species with higher IVI and IVIA were Rudgea viburnoides, Tapirira guianensis, Qualea parviflora, Q. grandiflora, and Xylopia aromatica. The basal area was 23,51 m2/ha. Shannon index (3,079) indicated high diversity of species and the equability (J´) of 0,78 evidenced the tendency of homogenous distribution of individuals per species. The diametric and height distribution revealed the concentration of individuals in the inferior vegetation stratum and in classes of smaller diameters, indicating that the area is in regeneration. The high density of evergreen individuals (47%) suggests that the studied area is not subject to periods of water deficit. The predominant dispersion syndrome was the zoochory (48% of the species and 64,5% of the individuals), evidencing the importance of T. guianensis and R. viburnoides as food suppliers to the local fauna. The multitemporal analysis demonstrated a reduction of 81,8% of the original vegetation of the area. Regeneration of the studied fragment was probably due to its localization, contiguous to a larger fragment that acted as colonizer source. It was verified an aggregated pattern of spatial distribution to T. guianensis, R. viburnoides, Q. parviflora and X. aromatica, and to Q. grandiflora the pattern was alleatorious. Data obtained in this study provides subsidies to future conservationist actions and evidences the importance of the studied remnant as matrices supplier and to the conservation of the local diversity.
Palavras-chave: Savana
Comunidades Vegetais
Ecologia Vegetal
Vegetação
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/549
Data do documento: 2006
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Ecologia e Conservação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dirce Cristiane Camilotti.pdf1,43 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.