Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/548
Tipo: Dissertação
Título: Efeitos da urbanização sobre a riqueza e composição das comunidades de morcegos em fragmentos florestais de Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Autor(es): Ferreira, Cláudia Márcia Marily
Abstract: O aumento de superfícies impermeáveis em áreas urbanas reduz a área disponível para plantas e animais. Diversas cidades apresentam mais de 80% da região urbana coberta por pavimentos ou construções, restando pouca área verde. Estudos indicam que a riqueza, a diversidade e a composição de espécies de morcegos podem ser influenciadas pela urbanização, porém há poucos dados para as cidades brasileiras. Os objetivos deste estudo são descrever a fauna urbana de morcegos em oito áreas verdes da cidade de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, e avaliar efeitos do tamanho da área e do nível de urbanização em seu entorno sobre a riqueza e composição de espécies. Amostragens de morcegos foram feitas com auxílio de redes-de-neblina entre os meses de março e agosto de 2009. O esforço amostral foi de 51200 m2h. Para análise da paisagem urbana das áreas de estudo foram consideradas a impermeabilização do solo e a distância de cada fragmento da região central comercial de Campo Grande como indicativos do grau de urbanização. A área dos fragmentos variou de 2,5 a 172 ha. A distância dos fragmentos ao centro comercial de Campo Grande variou de 0 a 3,7 km, enquanto que a porcentagem de área impermeável no entorno de cada fragmento variou de 33% a 96%. Foram capturados 701 morcegos distribuídos em 14 espécies. Phyllostomidae foi a família mais rica e freqüente. As espécies mais capturadas foram Artibeus lituratus, Artibeus planirostris, Platyrrhinus lineatus e Carollia perspicillata. A riqueza variou de três a 10 espécies entre os fragmentos, e a diversidade de 0,88 a 1,77. O número de espécies variou em função da porcentagem de área impermeável ao redor de cada fragmento e do tamanho dos fragmentos estudados. A composição de espécies variou em função da distância dos fragmentos da região central comercial de Campo Grande. Artibeus lituratus, A. planirostris e P. lineatus ocorreram ao longo de todo gradiente, enquanto que Anoura caudifer, Chiroderma doriae, Chiroderma villosum, Platyrrhinus helleri e Sturnira lilium foram restritos às áreas periféricas da cidade. Este estudo mostrou que a riqueza de morcegos diminui com o aumento da urbanização de Campo Grande e com a redução do tamanho dos fragmentos. A comunidade de morcegos da região é dominada por poucas espécies generalistas quanto ao uso do alimento e abrigo e com grande capacidade de dispersão.
The increasing of impermeable surfaces in urban areas reduces the available area for plants and animals. Several cities present more than 80% of the urban area covered by pavements or buildings, remaining a little green area. Studies indicate that the richness, the diversity and the composition of species of bats can be influenced by the urbanization, however there are few data for the Brazilian cities. The objectives of this study are to describe the urban fauna of bats in eight green areas of the city of Campo Grande, Mato Grosso do Sul, and to evaluate the effects of area and urbanization level surrounding fragments on the richness and composition of species. Sampling of bats was carried out with help of mist-nets between March and August 2009. The capture effort was 51200 m2h. For urban landscape analysis of the study areas, the impermeable surface and the distance from fragments to commercial center of Campo Grande were considered as indicative of the urbanization degree. The area of fragments varied from 2.5 to 172 ha. The distance from fragments to commercial center of Campo Grande varied from 0 to 3.7 km, while the percentage of impermeable area surrounding the fragments varied from 33% to 96%. I captured 701 bats distributed in 14 species. Phyllostomidae was the richest and most frequent family. The species more commonly captured were Artibeus lituratus, Artibeus planirostris, Platyrrhinus lineatus e Carollia perspicillata. Richness varied from three to 10 species among fragments, and the diversity from 0.88 to 1.77. The number of species varied as a function of percentage of impermeable area surrounding fragments and of size of the fragments. Species composition varied as a function of distance from fragments to commercial center of Campo Grande. Artibeus lituratus, A. planirostris and P. lineatus occurred throughout the urban gradient, whereas Anoura caudifer, Chiroderma doriae, Chiroderma villosum, Platyrrhinus helleri, and Sturnira lilium were restricted to outskirts. This study showed that richness of bats decreases with the increase of urbanization in Campo Grande and with reduction of fragment size. The community of bats of Campo Grande is dominated by a few species generalists regarding to the use of the food and shelter and with great dispersion capacity.
Palavras-chave: Morcegos
Habitat
Ecologia Animal
Biodiversidade
Quirópteros
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/548
Data do documento: 2010
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Ecologia e Conservação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Claudia Marcia Marily Ferreira.pdf569,57 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.