Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/5033
Tipo: Tese
Título: Modelo preditivo de incidência de diarreia
Autor(es): Marcia Loureiro Paulo de Oliveira
Primeiro orientador: Antonio Conceicao Paranhos Filho
Resumo: A doença diarreica é uma das principais causas de morbidade e mortalidade em países menos desenvolvidos, especialmente entre crianças menores de 5 anos. A relação entre o saneamento e a saúde é comprovada e alvo de muitos estudos que atestam que o saneamento adequado beneficia as condições de saúde da população. Além do saneamento, variáveis socioeconômicas podem interferir na prevalência desse agravo. O objetivo principal da tese foi determinar um modelo matemático capaz de predizer a incidência de diarreia e gerar mapas de vulnerabilidade a partir dos dados de atendimento na rede municipal de saúde. Para tal, primeiramente buscou-se o modo mais consistente de espacializar os dados originais, sendo selecionado o agrupamento por regiões urbanas. Na sequência determinou-se, dentre as variáveis independentes (esgoto, água, lixo, exclusão social, pobreza e alfabetização), quais estavam relacionadas com a prevalência de diarreia, concluindo-se que o esgoto é a variável que apresenta maior correlação (0,833). Por meio de regressão linear múltipla foi determinado que a rede de esgoto e a alfabetização são as variáveis que melhor explicam a prevalência de diarreia, determinando-se assim o modelo matemático. Utilizando-se álgebra de mapas, obteve-se então o mapa de vulnerabilidade, indicando as áreas prioritárias para políticas públicas para prevenção dos casos de diarreia.
Abstract: The major cause of morbidity and mortality in developing countries, especially among children under 5 years old is diarrheal disease. The relationship between sanitation and health is confirmed by many papers demonstrating the benefits of sanitation to improve the health conditions of the population. Socioeconomic variables can also interfere in the prevalence of this disease. The main objective of this thesis was to generate vulnerability maps to diarrhea from data provided by the Municipal Health Department of Campo Grande, from 2004 to 2013. The first step was sought the most consistent way of spatializing the original data, and it was selected the grouping by urban regions. The second step was to determine, among the independent variables (sanitation, water supply, waste, social exclusion, poverty and literacy), which were related to the prevalence of diarrhea, and it was demonstrated that sanitation was the variable with the highest correlation (0.833). At least, it was used multiple linear regressions, that showed that sanitation index and literacy rate are the variables that best explain the prevalence of diarrhea. Using map algebra, we obtained the graduated choropleth map, indicating the priority areas for public policies to prevent diarrhea.
Palavras-chave: -
País: Brasil
Editor: Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Sigla da Instituição: UFMS
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/5033
Data do documento: 2019
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Tecnologias Ambientais

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
2019_Marcia_Loureiro_Paulo_PGTA.pdf3,57 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.