Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/495
Tipo: Artigo de Periódico
Título: Incidência das ametropias no Hospital Universitário em Campo Grande (MS) entre 1996 e 1998
Título(s) alternativo(s): Incidence of ametropias in the University Hospital of Campo Grande (MS) between 1996 and 1998
Autor(es): Barros, Eduardo Velasco de
Dias, Vanderson Glerian
Abstract: Objetivo: Avaliar o perfil epidemiológico dos casos de ametropias atendidos no Núcleo do Hospital Universitário (NHU) da UFMS, já que as pesquisas em oftalmologia nessa área são extremamente pobres em nossa região. Métodos: Realizou-se levantamento epidemiológico retrospectivo na Seção de Arquivos Médicos (SAME), através da aplicação de protocolo de investigação de 2.361 prontuários de pacientes com algum tipo de ametropia atendidos no NHU entre 1996 e 1998, contendo sexo, idade e tipo de ametropia (miopia, hipermetropia, astigmatismo ou presbiopia). Os dados foram analisados e discutidos. Resultados: Prevalência do sexo feminino (60%) em todas as ametropias, o maior contingente atendido foi de pacientes com presbiopia (987 casos), seguida pela hipermetropia (701), miopia (434) e astigmatismo (239). A miopia esteve mais presente na faixa etária entre 20 e 29 anos, a hipermetropia entre 0 a 9 anos e os astigmatas entre 10 e 39 anos, enquanto a maior incidência de presbiopia foi na faixa etária acima de 40 anos. Conclusão: O número de pacientes do sexo feminino é maior em relação ao sexo masculino, mesmo considerando cada ametropia isoladamente. Propõe-se no trabalho algumas hipóteses. A miopia concentra-se mais entre as idades de 10 a 39 anos. Já a hipermetropia ocorre mais em crianças e recém-nascidos, tendendo a diminuir com o passar da idade, devido ao aumento do globo ocular. O astigmatismo foi um defeito caracterizado como sendo de adolescentes e adultos jovens. A presbiopia foi o erro de refração mais comum e sua incidência, semelhante aos dados da literatura, ocorreu na faixa etária acima de 40 anos.
Palavras-chave: Erros de Refração
Emetropia
Feminino
Refractive Errors
Emmetropia
Female
Editor: Arquivos Brasileiros de Oftalmologia
Citação: BARROS, Eduardo Velasco de; DIAS, Vanderson Glerian. Incidência das ametropias no Hospital Universitário em Campo Grande (MS) entre 1996 e 1998. Arq. Bras. Oftalmol., São Paulo, v. 63, n. 3, jun. 2000 . Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-27492000000300006&lng=pt&nrm=iso>. acessos em 13 set. 2011. http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492000000300006.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Identificador DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492000000300006
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/495
Data do documento: 2000
Aparece nas coleções:FAMED - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Incidencia das ametropias.pdf205,19 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.