Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/396
Tipo: Dissertação
Título: Atividade antimicrobiana in vitro de seis cimentos endodônticos avaliados em dois métodos
Título(s) alternativo(s): In vitro antimicrobial activity of six cements endodontics evaluated in two methods
Autor(es): Oliveira, Paula Tereza Vardasca de
Abstract: Objetivo: O presente estudo avaliou a atividade antimicrobiana dos cimentos endodônticos Endofill®, Acroseal®, Sealer 26®, Sealapex®, Endomethasone N® e AH plus® frente as bactérias Enterococcus faecalis, Escherichia coli, Staphylococcus aureus e a levedura Candida albicans. Método: Para as análises antimicrobianas foram utilizadas duas metodologias: teste de difusão em ágar e contato direto em meio líquido. Para o teste de difusão foram confeccionados poços no ágar, inseridos os cimentos e armazenados em estufa bacteriológica à 37º C durante 48 horas. Após esse período foram medidos os halos de inibição microbiana através de um paquímetro digital. No teste de contato direto, os cimentos foram inseridos em tubos de ensaio contendo caldo TSB, seguidos 20 minutos, os microorganismo foram acrescentados e realizadas leituras medindo o grau de absorbância de cada cimento através de um espectofotômetro, nos tempos de 24 e 48 horas. Realizou-se, para cada cepa, triplicata nos testes de difusão em ágar e duplicata nos testes de contato direto em meio líquido. Para análise dos resultados foram utilizados os testes estatísticos de Kruskal- Wallis e de Student-Newman-Keuls. Resultados: Dentro dos resultados observou-se que no teste de difusão em ágar todos os cimentos apresentaram atividade antimicrobiana frente a algum microorganismo, sendo que os cimentos à base de óxido de zinco e eugenol obtiveram melhores capacidades antimicrobianas quando comparados com os outros, destacando-se o Endomethasone N® que demonstrou halos de inibição maiores que o restante dos materiais frente às bactérias S. aureus, E.coli e E. faecalis, não havendo diferenças significativas com os grupos controle-positivo, que foram respectivamente: Vancomicina, Cloranfenicol e Ampicilina (p>0,05). No teste de contato direto, o Endomethasone N® e o Endofill® também obtiveram menores graus de absorbância, demonstrando maior capacidade antimicrobiana; sem nenhuma diferença significativa entre os materiais e os grupos controle-positivo citados anteriormente; acrescentando o antimicrobiano Ketoconazol (controle positivo), utilizado para o teste do fungo C. albicans (p>0,05). Conclusão: Diante do exposto foi concluído que os cimentos à base de óxido de zinco e eugenol demonstraram maior capacidade antimicrobiana contra os microorganismos testados nas duas metodologias citadas, destacando-se o material Endomethasone N®.
Objective: The present study evaluated the antimicrobial activity of sealers Endofill®, Acroseal®, Sealer 26®, Sealapex®, Endomethasone N® and AH plus® front the bacteria Enterococcus faecalis, Escherichia coli, Staphylococcus aureus and the yeast Candida albicans. Method: For the antimicrobial tests, was used two different methods: ágar diffusion test and direct contact in liquid. For the diffusion test in ágar wells were prepared, the cements were inserted and stored in the bacteriological incubator at 37 ° C for 48 hours. After this period were measured the inhibition of microbial through a digital caliper. In direct contact test, the sealers were placed in test tubes containing broth TSB, passed the 20 minutes after, the microorganism were added and reading was performed by measuring the absorbance of each grade cement using a spectrophotometer, in times of 24 and 48 hours. Was carried out, for each strain, triplicate in ágar diffusion tests, and duplicate tests in direct contact in a liquid medium. For analysis of results, was performed statistical tests of Kruskal-Wallis and Student-Newman-Keuls. Results: Within the results can be observed that in the ágar diffusion test all sealers showed antimicrobial activity against some microorganisms, and sealers based on zinc oxide and eugenol had better antimicrobial capabilities compared to others, detaching the Endomethasone N® that demonstrated inhibition zones larger than the rest of the materials front the bacteria S. aureus and E. coli faecalis with no significant differences with the positive control groups, which were respectively: Vancomycin, Chloramphenicol and Ampicillin (p> 0,05). In direct contact test, the Endomethasone N® and Endofill® also had lower levels of absorbance, demonstrating high antimicrobial activity, with no significant difference between the materials and the positive control groups mentioned above by adding the antimicrobial Ketoconazole (positive control), used for testing against C. albicans (p> 0,05). Conclusion: Given the above it was concluded that the sealers based on zinc oxide and eugenol showed higher antibacterial activity within 48 hours, against the tested microorganisms in the two methods mentioned, highlighting the material Endomethasone N®.
Palavras-chave: Produtos com Ação Antimicrobiana
Cimentos Dentários
Tratamento do Canal Radicular
Products with Antimicrobial Action
Dental Cements
Root Canal Therapy
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/396
Data do documento: 2010
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Saúde e Desenvolvimento na Região Centro-Oeste

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Paula Tereza Vardasca de Oliveira.pdf533,59 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.