Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/366
Tipo: Artigo de Periódico
Título: Influência da monensina sódica no consumo e na digestibilidade de dietas com diferentes teores de proteína para ovinos
Título(s) alternativo(s): Effect of monensin on intake and apparent digestibility of nutrients in sheep fed diets with different crude protein levels
Autor(es): Oliveira, Marcus Vinícius Morais de
Lana, Rogério de Paula
Eifert, Eduardo da Costa
Luz, Dirce Ferreira
Pereira, José Carlos
Pérez, Juan Ramón Olalquiaga
Vargas Junior, Fernando Miranda de
Abstract: Foram alojados 25 ovinos castrados em gaiolas para estudos de metabolismo por 20 dias com o objetivo de determinar a influência da monensina na digestibilidade de dietas formuladas com diferentes teores de proteína. As dietas foram compostas de 11,4 e 16,5% de PB na MS, sendo constituídas de 65% de feno de capim-braquiária (Brachiaria decumbens) e 35% de concentrado, com inclusão ou não de 28 mg de monensina/kg de MS consumida, totalizando quatro dietas experimentais e uma composta apenas de feno puro. O concentrado da dieta com menor teor protéico era à base de milho e uréia e o da dieta com maior teor protéico, à base de milho e farelo de soja. Utilizou-se um delineamento em blocos casualizados, em que as dietas foram avaliadas por contrastes ortogonais completos. A inclusão de monensina na dieta reduziu significativamente os consumos de MS, MO, PB, EE, carboidratos totais (CT), FDN e NDT, porém, não afetou a digestibilidade. A monensina também reduziu a perda de nitrogênio pelas fezes; no entanto, a maior retenção de nitrogênio ocorreu nos animais que não receberam monensina na dieta. O nível de proteína influenciou significativamente os consumos de PB, EE e CT, sendo observado maior consumo de proteína, lipídios e carboidratos nas dietas com alto e baixo teor protéico, respectivamente. O nível de proteína não influenciou a digestibilidade dos nutrientes, à exceção da PB e do EE, para os quais a digestibilidade foi maior nos animais que consumiram dietas com alto e baixo teor protéico, respectivamente. A dieta contendo apenas feno de capim-braquiária foi menos consumida e apresentou menor digestibilidade e balanço de nitrogênio negativo.
ABSTRACT - The objective of this trial was to evaluate the effect of monensin in the apparent digestibility of nutrients in diets with different levels of CP. Twenty-five castrated rams were housed in metabolism cages for 20 days and fed diets with 11.4 or 16.5% of CP (% DM) supplemented or not with 28 mg of monensin/kg of DM. Diets contained 65% of signalgrass hay (Brachiaria decumbens) and 35% of concentrate; a diet containing only signal grass hay was also fed. The concentrate of diets with 11.4% CP was composed by corn and urea while that of diets with 16.5% CP was based on corn and soybean meal. A completely randomized block design was used and treatment differences were separated by complete orthogonal contrasts. Although monensin significantly reduced the intakes of DM, OM, CP, EE, TC, NDF and TDN, no differences were observed for apparent digestibility of nutrients. Monensin also reduced fecal excretion of N but the greatest N retention was observed in animals fed diets with no supplementation. Diets with the highest CP levels also had the highest CP intake while those with the lowest CP levels showed greatest intakes of EE and TC. Dietary CP level had no significant effect on nutrient digestibility with the exception of CP and EE, which were higher on animals fed diets with high and low CP contents, respectively. The diet containing only signalgrass hay resulted in the lowest intake and digestibility of nutrients and also led to a negative N balance.
Palavras-chave: Ovinos
Ionóforos
Monensin
Dieta - veterinária
Brachiaria
Sheep
Ionophores
Diet - veterinary
Editor: Revista Brasileira de Zootecnia
Citação: OLIVEIRA, Marcus Vinícius Morais de et al . Influência da monensina sódica no consumo e na digestibilidade de dietas com diferentes teores de proteína para ovinos. R. Bras. Zootec., Viçosa, v. 36, n. 3, June 2007 . Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-35982007000300018&lng=en&nrm=iso>. access on 18 Aug. 2011. http://dx.doi.org/10.1590/S1516-35982007000300018.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Identificador DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1516-35982007000300018
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/366
Data do documento: 2007
Aparece nas coleções:CPAQ - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Influencia da monensina.pdf61,84 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.