Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/345
Tipo: Dissertação
Título: Potencial antioxidante de frutos do Cerrado e do Pantanal, no Estado de Mato Grosso do Sul
Autor(es): Silva, Gabriela Moraes e
Abstract: O objetivo deste trabalho foi avaliar o potencial antioxidante do araçá, saputá, pateiro, laranjinha de pacu, caraguatá e tarumã, através da verificação do conteúdo de compostos fenólicos e taninos e da atividade antioxidante das diversas frações dos frutos estudados. Foram utilizados o método da AOAC (1984) para análise de taninos; método de Fólin-Ciocalteau, para compostos fenólicos e método do DPPH para atividade antioxidante. A eficiência dos processos de extração utilizados foi diferente para as diversas amostras analisadas no que se refere à concentração de compostos fenólicos, no entanto, no tocante a atividade antioxidante, a extração etanólica foi mais efetiva. Apesar dos teores de fenóis dos frutos analisados não ter sido tão expressiva quanto a de outros frutos do Cerrado já estudados, as concentrações de compostos fenólicos mais elevadas foram encontradas no filtrado aquoso da polpa da laranjinha de pacu e nos filtrados etanólicos da casca e polpa da laranjinha de pacu e da polpa do saputá. Além disso, destaca-se a polpa como a fração dos frutos que apresentou os maiores valores de fenóis. A fração dos frutos que apresentou o maior conteúdo de taninos foi a casca, embora a polpa e a semente do pateiro tenham sido as amostras com os valores de taninos mais elevados. Em relação à atividade antioxidante, destacaram-se os filtrados etanólicos da polpa de laranjinha de pacu e da semente do pateiro, além do resíduo etanólico da semente do pateiro, que apresentaram excelente atividade antioxidante, o que pode ser atribuído ao conteúdo de compostos fenólicos e taninos encontrados na polpa da laranjinha de pacu e na semente de pateiro, respectivamente. Por outro lado, a semente foi a fração com a menor atividade antioxidante para a maioria das amostras estudadas. Desta forma, verificou-se que as diversas partes dos frutos avaliados podem ser utilizadas como alternativa de consumo para obtenção de compostos fenólicos e taninos e em aplicações tecnológicas, aproveitando-se assim sua atividade antioxidante.
The objective of this work was to study the antioxidant potential of the araçá, saputá, pateiro, laranjinha de pacu, caraguatá and tarumã, through the determination of the phenolic composites and tannins content and the antioxidant activity of the diverse fractions of the studied fruits. The methods utilized were AOAC method (1984) for tannin analysis; Fólin-Ciocalteau method, for phenolic composites and DPPH method, for antioxidant activity. The efficiency of the used extraction processes was different for the diverse samples analyzed with respect to phenolic composite concentration, however, in regards to antioxidant activity, the alcohol extration was more effective. Although the phenol concentration of the analyzed fruits haven’t been so expressive than other Cerrado’s fruits already studied, the higgest phenolic composite concentrations had been found in the watery filtered of the laranjinha de pacu pulp and in the alcohol filtered of the laranjinha de pacu rind and pulp and saputá pulp. Moreover, it is distinguished the pulp as the fraction of the fruits that presented the higgest values of phenols. The fraction of the fruits that presented the biggest tannin content was the rind, even so the pateiro pulp and seed have been the samples with the higgest tannin values. In relation to the antioxidant activity, the alcohol filtered of the laranjinha de pacu pulp and the pateiro seed had been distinguished, beyond the alcohol residue of the pateiro seed, that had presented excellent antioxidant activity, what it can be attributed to the phenolic composites and tannin content found in the laranjinha de pacu pulp and in the pateiro seed, respectively. On the other side, the seed was the fraction with the lesser antioxidant activity for the majority of the studied samples. Then, it was verified that the diverse parts of the evaluated fruits can be used as alternative of consumption for attainment of phenolic composites and tannins and in technological applications, using their antioxidant activity.
Palavras-chave: Taninos
Compostos Fenólicos
Antioxidantes
Tannins
Phenolic Compounds
Antioxidants
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/345
Data do documento: 2009
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Saúde e Desenvolvimento na Região Centro-Oeste

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Gabriela Moraes e Silva.pdf1,39 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.