Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/327
Tipo: Artigo de Periódico
Título: Segurança alimentar em famílias indígenas Teréna, Mato Grosso do Sul, Brasil
Título(s) alternativo(s): Food security in Teréna indigenous families, Mato Grosso do Sul, Brazil
Autor(es): Fávaro, Thatiana
Ribas, Dulce Lopes Barboza
Zorzatto, José Roberto
Segall-Corrêa, Ana Maria
Panigassi, Giseli
Abstract: presente estudo buscou descrever a situação de segurança alimentar vivenciada por famílias Teréna, das aldeias Água Azul, Olho D'Água e Oliveiras, Mato Grosso do Sul, Brasil. Foi utilizada a Escala Brasileira de Insegurança Alimentar adaptada, com 15 questões que refletem a insegurança alimentar em diferentes níveis de intensidade. Foram investigadas 49 famílias que continham em seu núcleo crianças menores de sessenta meses e obtidas informações sobre renda, densidade familiar, escolaridade materna e consumo alimentar das crianças. A prevalência de famílias com algum grau de insegurança alimentar observada foi 75,5%, 22,4% das famílias com insegurança leve, 32,7% moderada e 20,4% grave. Grande parte das famílias (67,3%) convive com o medo de ficar sem alimentos. Um quarto das mulheres entrevistadas afirmou ter passado por situações de fome no mês anterior à entrevista e 14,3% (7) apontaram que o mesmo ocorreu com as crianças da casa. Situações mais graves de insegurança alimentar foram observadas em famílias com menor renda mensal per capita, menor escolaridade materna, maior densidade domiciliar, maior número de filhos por grupo familiar e cuja dieta das crianças era insuficiente, sobretudo em proteínas e ferro.
ABSTRACT - This study aims to describe the food security situation among Teréna families in the villages of Água Azul, Olho D'Água, and Oliveiras in Mato Grosso do Sul State, Brazil. The Brazilian Food Insecurity Scale was adapted to 15 questions that reflect food insecurity at different levels of intensity. A survey was conducted in the villages with 49 families that had under-five children. Information was obtained on income, family size, maternal education, and children's food intake. 75.5% of families showed some level of food insecurity (22.4% low, 32.7% moderate, and 20.4% high). A large percentage (67.3%) of the families live with fear of lack of food. One-fourth of women had experienced hunger during the month prior to the survey, and 14.3% (7) reported the same condition for children in the household. More serious food insecurity was observed in families with lower per capita income and lower maternal education, more family members, and more children per family group in which the children's diet was insufficient, especially in protein and iron.
Palavras-chave: Segurança Alimentar e Nutricional
Consumo de Alimentos
Índios Sul-Americanos
Inquéritos Nutricionais
Food Security
Food Consumption
Indians, South American
Nutrition Surveys
Editor: Cadernos de Saúde Pública
Citação: FAVARO, Thatiana et al . Segurança alimentar em famílias indígenas Teréna, Mato Grosso do Sul, Brasil. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 23, n. 4, abr. 2007 . Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2007000400006&lng=pt&nrm=iso>. acessos em 09 ago. 2011. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2007000400006.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Identificador DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2007000400006
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/327
Data do documento: 2007
Aparece nas coleções:CCBS - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Seguranca alimentar.pdf107,51 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.