Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/305
Tipo: Dissertação
Título: Atividade antibacteriana da própolis de Apis mellifera sobre Enterococcus faecalis : estudo in vitro e ex vivo
Título(s) alternativo(s): Antibacterial effectiveness of propolis from Apis mellifera against Enterococcus faecalis : in vitro and ex vivo study
Autor(es): Melani, Andréa Carla Franchini
Abstract: O tratamento endodôntico pode não produzir a cura dos tecidos periapicais, levando a periodontite apical persistente causada principalmente pela bactéria Gram-positiva Enterococcus faecalis. O objetivo desse estudo foi avaliar, in vitro, uma solução hidroalcoólica de própolis verde de Apis mellifera quanto sua ação antibacteriana sobre Enterococcus faecalis (ATCC 29212), e compará-la com uma solução de hidróxido de cálcio. A atividade antimicrobiana foi verificada através da determinação da Concentração Inibitória Mínima (CIM), obtida pelo método da microdiluição. A comparação entre solução hidroalcoólica de própolis e hidróxido de cálcio foi realizada pela avaliação da capacidade das soluções em inibir o crescimento da bactéria em condutos radiculares de pré-molares extraídos por indicações diversas. Os resultados revelaram ação antimicrobiana da solução de própolis com CIM de 4,23mg/mL (0,04%). Na fase ex vivo, a própolis a 0,16% foi significantemente superior (p<0,01) ao hidróxido de cálcio a 10%, na inibição do Enterococcus faecalis. Concluiu-se que a própolis de Apis mellifera apresenta capacidade antibacteriana contra Enterococcus faecalis, sendo sua ação superior ao hidróxido de cálcio.
Endodontics treatment procedures do not invariably produces satisfactory healing of the periapical tissues leading to the apical persistent periodontitis caused by aetiological agentes of endodontic origin, particularly Enterococcus faecalis. The aim of this work was to evaluate, in vitro, the effectiveness of hidroalcoholic extracts of green propolis from Apis mellifera against E. faecalis (ATCC 29212) in comparison to calcium hydroxide. Antimicrobial activity was determined by MIC (minimal inhibitory concentration) through the microdilution method. The criteria of comparison was determined by the ability of the solutions in inhibit the bacterial growing of single extracted pre-molars root canals. The MIC obtained was 4.23mg/mL (0.04%). Ex vivo phasis, showed significative results from hidroalcoholic solution of propolis 0.16% (p<0.001) than calcium hydroxide 10% against E. faecalis. It can be concluded that the propolis' solution showed antimicrobial effectiveness against E. faecalis revealing better activity than calcium hydroxide.
Palavras-chave: Própole
Controle de Infecções Dentárias
Bactérias Gram-Positivas
Propolis
Infection Control, Dental
Gram-Positive Bacteria
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/305
Data do documento: 2009
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Saúde e Desenvolvimento na Região Centro-Oeste

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Andréa Carla Franchini Melani.pdf1,08 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.