Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/2931
Tipo: Dissertação
Título: Avaliação do sucesso do tratamento endodôntico a partir do limite apical de instrumentação – Série de casos
Título(s) alternativo(s): Success assessment to treatment to endodontic from the apical limit of instrumentation - Case Series
Autor(es): Santos, Laís Mariá Ribeiro Chaves dos
Abstract: Preocupados com os diferentes limites de instrumentação adotados por várias escolas de Odontologia, a proposta desse trabalho foi avaliar o sucesso do tratamento endodôntico in vivo de dois limites de instrumentação estabelecidos a partir da mensuração com localizador foraminal eletrônico. Quatorze dentes unirradiculares, anteriores, superiores ou inferiores, foram divididos em dois grupos: G1- comprimento de trabalho 0,0; G2- comprimento de trabalho 1,0mm aquém do forame apical. Os tratamentos endodônticos em ambos os grupos, nos quais os 2 dentes comparados pertenciam ao mesmo paciente (estudo split mouth), foram realizados em sessão única e todos no mesmo local e no mesmo dia. Antes do início do tratamento os dentes foram submetidos ao exame de tomografia computadorizada cone beam. Os canais foram tratados seguindo o mesmo protocolo de tratamento. Após 6 meses o paciente foi novamente submetido ao exame tomográfico para avaliação da regressão do volume da lesão periapical e avaliação do índice TCCB-PAI. O volume de lesão periapical após 6 meses do tratamento foi significativamente menor do que aquele observado antes do tratamento nos dois grupos assim como o índice TCCB-PAI, entretanto não houve diferença significativa entre os dois comprimentos de trabalho após o tempo de avaliação proposto. Diante da metodologia empregada e seus resultados, a avaliação do sucesso do tratamento endodôntico, nos limites de instrumentação investigados, demonstrara resultados apreciáveis e similares.
ABSTRACT - Concerned about the different limits of instrumentation adopted by several dental schools, the purpose of this study was to evaluate the success of endodontic treatment in vivo in two limits instrumentation, established from the measurement with electronic foramen locator. The study was performed using the Split-mouth model, it fourteen single-rooted, , mandibular e maxilar teeth were randomly selected and divided into two groups: G1 working length 0.0; G2 working length 1.0 mm short of the apical foramen. Endodontic treatments in both groups were performed in a single session and all in the same place and on the same day. Before the treatment the teeth were submitted to the computerized cone beam tomography. The teeth were treated following the same treatment protocol. After 6 months the patient was again submitted to CT scan to evaluate the regression of the volume of apical periodontitis, they were made using the TCCB-PAI content and software that measures the volume in mm³. The volume of apical periodontitis after 6 months of treatment was significantly lower than that observed before treatment in both groups, but there was no significant difference between the two working lengths after six months of treatment. The results point and cast doubt on the need for foraminal enlargement, given that it did not show better results than when not realized enlargement of the foramen.
Palavras-chave: Resultado do Tratamento
Endodontia
Tomografia Computadorizada de Feixe Cônico
Cavidade Pulpar
Treatment Outcome
Endodontics
Cone-Beam Computed Tomography
Dental Pulp Cavity
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/2931
Data do documento: 2016
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Odontologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Laís Mariá Ribeiro Chaves dos Santos.pdf859,34 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.