Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/2929
Tipo: Dissertação
Título: Efeito da contaminação por sangue ou soro humanos nas propriedades físico-químicas do silicato tricálcico
Título(s) alternativo(s): Effect of contamination by human blood or serum on the physicochemical properties of tricalcium silicate
Autor(es): Domingues, Maeve Bülow
Abstract: Na maioria das situações clínicas em endodontia, o cimento endodôntico entra em contato com sangue durante ou após a sua aplicação, e essa contaminação pode ter um efeito deletério sobre suas propriedades físico-químicas. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito da contaminação por sangue ou soro humanos sobre a morfologia de superfície e microdureza do silicato tricálcico. Para tanto, foram confeccionadas amostras cilíndricas de 4 x 6 mm, obtidas pela mistura de silicato tricálcico com água destilada (controle), sangue ou soro humanos (n = 20); metade das amostras foram colocadas em contato com água destilada e as demais em contato com sangue humano (n = 10 cada). As amostras foram armazenadas em ambiente com 100% de umidade relativa e à temperatura de 37°C durante 7 dias. Após a completa presa do material, os corpos-de-prova foram polidos com lixas d’água, secos e submetidos à ensaio de microdureza, utilizando-se uma carga de 500 g durante 30 segundos. Foram utilizadas 6 amostras de cada grupo e realizadas 5 indentações em cada, registrando-se a média expressa em Vickers Hardness Number (VHN). Os corpos-de-prova foram novamente armazenados nas mesmas condições e novas leituras de microdureza realizadas aos 28 dias, sendo os resultados analisados por meio de análise de variância de duas vias complementada por teste post-hoc de Bonferroni. Para a análise da morfologia superficial, duas amostras de cada grupo, nos dois tempos experimentais testados, foram processadas e submetidas à análise em microscópio eletrônico de varredura (MEV) com magnificação de 2.000x, complementada por espectroscopia de energia dispersiva (EDS). As imagens foram analisadas qualitativamente e correlacionadas com os resultados de microdureza. Os resultados indicaram que a microdureza do silicato tricálcico aos 7 dias permanece semelhante ao do grupo controle, com queda significativa dos valores desta propriedade aos 28 dias, exceto no grupo controle. Não foi possível correlacionar os resultados de microdureza superficial com as características morfológicas observadas ao MEV. O EDS mostrou que as amostras foram formadas por oxigênio, cálcio e silício. Conclui-se que o silicato tricálcico contaminado por sangue ou soro humanos sofre pouca variação de microdureza nos primeiros 7 dias, sofrendo uma redução significativa desta propriedade aos 28 dias.
ABSTRACT - In most clinical situations in endodontics, endodontic cement will come in contact with blood during or after its application, with a deleterious effect on its physical and chemical properties. The objective of this study was to evaluate the effect of contamination from human blood or serum on the surface morphology and hardness of tricalcium silicate. Cylindrical samples of 4 x 6 mm were prepared, obtained by tricalcium silicate mixture with distilled water (control), or human blood or serum (n = 20), half of the samples were placed in contact with distilled water and other contact with human blood (n = 10 each). The samples were stored in an environment with 100% relative humidity and 37 ° C for 7 days. After complete setting of the material, the samples were polished with sandpaper, dried and submitted to hardness testing, using a load of 500 g for 30 seconds. Six samples were tested from each group, and 5 indentations were carried out in each, with the average expressed in Vickers Hardness Number (VHN). The samples were again stored under the same conditions and new microhardness readings taken at 28 days and the results analyzed by analysis of variance, two-way complemented by post-hoc Bonferroni test. For the analysis of surface morphology, two samples of each group, the two experimental times tested were processed and submitted for analysis in scanning electron microscope (SEM) with a magnification of 2.000x, complemented by energy dispersive spectroscopy (EDS). The images were qualitatively analyzed and correlated with the results of hardness. The results indicated that the hardness of the tricalcium silicate to 7 days remains similar to the control group, with significant drop in values this property at 28 days except in the control group. It was not possible to correlate the results of microhardness with the morphological characteristics observed by SEM. EDS showed that the samples were formed by oxygen, calcium and silicon.It follows that the tricalcium silicate contaminated by blood or human serum microhardness suffers little change in the first 7 days, suffer a significant reduction in this property to 28 days.
Palavras-chave: Cimento de Silicato
Contaminação
Sangue
Testes de Dureza
Silicate Cement
Contamination
Blood
Hardness Tests
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/2929
Data do documento: 2016
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Odontologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Maeve Bülow Domingues.pdf2,56 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.