Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/2920
Tipo: Dissertação
Título: Parasitos de interesse zoonótico em felinos (Felis catus domesticus), Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Autor(es): Lins, Stephanie Ballatore Holland
Abstract: As infecções emergentes e reemergentes são reconhecidas como um problema global e 75% de todos os agentes patogênicos emergentes da última década, segundo a Organização Mundial da Saúde, apresentam potencial zoonótico. As interações entre seres humanos e animais trazem muitos benefícios à saúde humana, e a procura por gatos domésticos como animais de estimação tem aumentado nos últimos anos. Apesar dos benefícios, os gatos podem contribuir para a disseminação ambiental de patógenos zoonóticos, ocasionando riscos potenciais à saúde humana. O objetivo deste estudo foi detectar a ocorrência de parasitos de interesse zoonótico em felinos na cidade de Campo Grande, MS. De setembro de 2014 a maio de 2015 foram analisadas amostras fecais de 210 gatos de idades diversas e de ambos os sexos, procedentes do Centro de Controle de Zoonoses do município. Do total, 149 encontravam-se parasitados e, destes, 93 (62,4%) estavam infectados com apenas uma espécie de parasito e 56 (37,6%) com duas ou mais espécies. As associações mais comuns foram Ancylostoma sp. e Platynosomum concinnum (28/149) e Ancylostoma sp. e Cystoisospora sp. (10/149). A prevalência observada é alta e se enquadra na faixa de 31,5% a 100% obtida para diferentes regiões do Brasil. O parasitismo por helmintos do gênero Ancylostoma foi mais frequente, com prevalência de 65,2% (137/210) seguido de infecção pelo trematódeo Platynosomum concinnum, com 21,0% (44/210). Entre os protozoários, a prevalência foi de 7,1% (15/210) para Cystoisospora sp. e de 1% (2/210) para Giardia sp. Os resultados mostram a importância dos felinos na cadeia de transmissão de zoonoses parasitárias em Campo Grande e servem de alerta aos médicos veterinários e proprietários desses animais no que diz respeito não só às manifestações clínicas e tratamento das enteroparasitoses, mas também à necessidade de medidas preventivas que garantam uma convivência saudável.
ABSTRACT - Emerging and re-emerging infections are recognized as a global problem and, according to the World Health Organization, 75% of all pathogens emerging during the past decade have a zoonotic potential. Interactions between humans and animals bring a number of benefits to human health, and the demand for domestic cats as pets has increased in recent years. Despite the benefits, however, cats can contribute to the environmental spread of zoonotic pathogens, with potential risks to human health. This study sought was to detect the occurrence of zoonotic parasites in cats in Campo Grande county, MS, Brazil. From September, 2014, to May, 2015, 210 fecal samples from cats of various ages and both sexes, sheltered at the county’s Zoonosis Control Center, were examined, revealing 149 infected animals, of which 93 (62.4%) were infected with one parasitic species and 56 (37.6%) with two or more species. The most common associations were Ancylostoma sp. and Platynosomum concinnum (28/149) and Ancylostoma sp. and Cystoisospora sp. (10/149). The high prevalence found in this study falls within the range of 31.5-100% obtained for different regions of Brazil. Parasitism by helminths of the genus Ancylostoma was more frequent, with a prevalence of 65.2% (137/210), followed by infection by the trematode Platynosomum concinnum, with 21.0% (44/210). For protozoa, prevalences of 7.1% (15/210) for Cystoisospora sp. and 1% (2/210) for Giardia sp. were observed. By revealing the role of cats in the transmission chain of parasitic zoonoses in Campo Grande county, the present findings serve to alert both veterinarians and pet owners not only to the clinical manifestations of enteroparasites and the importance of treatment, but also to the need for preventive measures capable of ensuring a healthy coexistence.
Palavras-chave: Zoonoses
Gatos
Helmintos
Infecções por Protozoários
Zoonoses
Cats
Helminths
Protozoan Infections
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/2920
Data do documento: 2016
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Doenças Infecciosas e Parasitárias

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Stephanie Ballatore Holland Lins.pdf936,9 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.