Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/2914
Tipo: Tese
Título: Ecoepidemiologia da Entomofauna Triatominae (Hemiptera: Reduviidae) e distribuição populacional das discretas unidades de tipagem (DTU) de Trypanosoma cruzi em Mato Grosso do Sul, Brasil
Autor(es): Cominetti, Marlon Cezar
Abstract: Este trabalho decorre do estudo ecoepidemiologico da entomofauna Triatominae (Hemiptera: Reduviidae) e distribuição populacional das unidades discretas de tipagem (DTU) de Trypanosoma cruzi em Mato Grosso do Sul, Brasil. Foi analisado o conteúdo intestinal de 515 triatomíneos, utilizando-se microscopia óptica e a Reação em Cadeia da Polimerase (PCR) para identificação de Trypanosoma cruzi. As amostras positivas para o parasito, proveniente de 12 triatomíneos, foram submetidas a uma segunda PCR, cujo alvo era o gene cromossômico TcSC5D, seguido da técnica de polimorfismo no comprimento de fragmentos de restrição (RFLP) com enzimas de restrição HpaI e SphI, clonagem e sequenciamento do amplificado. Em uma segunda etapa foram analisados, a partir de dados secundários, 14.178 espécimes de insetos vetores de T. cruzi capturados em 50 municípios de Mato Grosso do Sul em um período de nove anos e a influência de fatores climáticos, como temperatura, umidade relativa do ar e precipitação, sobre sua frequência. Observou-se que a PCR foi mais precisa na identificação do parasito que o exame de microscopia (19,6% e 11,3%, respectivamente). Foram identificadas três unidades discretas de tipagem (DTU): TcI (58,34%), TcII (33,33%) e TcBat/TcVII (8,33%). A espécie mais frequente no estado é Triatoma sordida (96,22%) e a maioria dos espécimes foi coletada em peridomicílio (85,06%). Verificou-se que a frequência desses insetos foi afetada por fatores climáticos como temperatura e umidade relativa do ar, sendo esta última a mais influente. Este trabalho aponta que os dados oficiais das taxas de infecção natural dos triatomíneos podem estar subestimados em todo o estado, apresenta a distribuição de três linhagens de T. cruzi, sendo que esse é o primeiro relato de infecção natural por TcBat/TcVII em triatomíneos e que as características climáticas ao longo do ano devem ser observadas pelas equipes de controle de vetores. Tais achados podem subsidiar programas de controle do vetor, propiciando a otimização dos recursos destinados às ações de prevenção e controle da transmissão vetorial de T. cruzi em Mato Grosso do Sul.
ABSTRACT - This work stems from eco-epidemiological study of entomofauna Triatominae (Hemiptera: Reduviidae) and population distribution of discrete typing units (DTU) of Trypanosoma cruzi in Mato Grosso do Sul, Brazil. Intestinal content of 515 triatomine was analyzed using optic microscopic and the Polymerase Chain Reaction (PCR) for identification of Trypanosoma cruzi. The samples positive for the parasite, from 12 triatomine, were subjected to a second PCR, whose aim was chromosome's gene TcSC5D followed of technique of the restriction fragment length polymorphism (RFLP) with restriction enzymes HpaI and SphI, cloning and sequencing of the amplified. In a second stage were analyzed, based on secondary data, 14,178 specimens of T. cruzi vectors captured in 50 municipalities of Mato Grosso do Sul in a nine years period and the influence of climatic factors such as temperature, relative humidity air and precipitation on their frequency. It was observed that PCR was more precise identification of the parasite that microscopic optic (19.6% and 11.3%, respectively). Three discrete typing units (DTU) were identified: TcI (58.34%), TcII (33.33%) and TcBat/TcVII (8.33%). The most frequent species in the state is Triatoma sordida (96.22%) and most specimens were collected in peridomicile (85.06%). It was found that the frequency of these insects was affected by climatic factors such as temperature and relative humidity, the latter being the most influential. This work points out that the official data rates of natural infection of triatomine may be underestimated throughout the state, shows the distribution of three strains of T. cruzi, first report of natural infection per TcBat/TcVII in triatomine, and the climatic characteristics during the year shall be observed by vector control teams. Such findings can subsidize the program vector control, allowing the optimization of resources for prevention and control of vector-borne transmission of T. cruzi in Mato Grosso do Sul.
Palavras-chave: Trypanosoma cruzi
Triatominae
Reação em Cadeia da Polimerase
Polymerase Chain Reaction
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/2914
Data do documento: 2015
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Doenças Infecciosas e Parasitárias

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Marlon Cezar Cominetti.pdf8,43 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.