Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/2678
Tipo: Dissertação
Título: Aspectos soroepidemiológicos e moleculares da infecção pelo vírus da hepatite B em privados de liberdade portadores de tuberculose em Campo Grande, MS
Autor(es): Iglecias, Luciana Maria Marangoni
Primeiro orientador: Castro, Ana Rita Coimbra Motta de
Abstract: O presente estudo teve como objetivo investigar os aspectos soroepidemiológicos e moleculares da infecção pelo HBV em população privada de liberdade com tuberculose ativa em Campo Grande- MS, no período de abril de 2013 a julho de 2015. Um total de 216 amostras sangue foram submetidas a detecção dos marcadores sorológicos de infecção pelo HBV utilizando eletroquimioluminescência (ECLIA). As amostras positivas para HBsAg e anti-HBc total foram submetidas à extração e amplificação da região pré S/S do HBV DNA por semi-nested PCR. A prevalência global da infecção pelo HBV encontrada em todos os pacientes estudados foi de 10,2% (22/216). Um baixo índice de positividade (30,5%) para o marcador sorológico de imunidade vacinal ao HBV (anti-HBs isolado) e elevada taxa de suscetibilidade a essa infecção (59,3%) foram encontrados na população estudada. O DNA do HBV foi detectado em todas as 03 amostras HBsAg positivas. Destas, duas amostras foram genotipadas e classificadas como pertencentes aos subgenótipos D2 (50%) e F2 (50%). A ocorrência de hepatite B oculta foi observada em 10,5% dos pacientes. Após análise multivariada, compartilhamento de objetos perfurocortantes, tempo de encarceramento maior que 72 meses e contato homossexual foram associados a coinfecção TB/HBV. Os achados soroepidemiológicos indicam que medidas preventivas, como ações de educação em saúde e de vacinação contra hepatite B, são necessárias para o controle e prevenção desta infecção na população estudada.
ABSTRACT - Tuberculosis and hepatitis B are major infectious diseases present among inmates. The present study aims to investigate the seroepidemiological and molecular aspects of hepatitis B virus (HBV) infection in prisoners with active tuberculosis (TB) in Campo Grande, Midwest Brazil from April 2013 to July 2015. Blood samples from 216 prisoners with active TB were tested for serological markers of HBV infection by eletroquimioluminescence (ECLIA). HBsAg and total anti-HBc positive samples were submitted to HBV RNA detection by PCR with primers complementary to PreS/S region of viral genome and genotyped by RFLP. The overall prevalence of TB-HBV co-infection was 10.2%. A multivariate analysis of risk factors showed that the history of sharing cutting instruments, length of incarceration more than 72 months and homosexual contact were associated to TB/HBV co-infection. HBV DNA was detected in all HBsAg positive samples (n=3). Among them, two isolates were classified as belonged to subgenotypes D2 and F2 by RFLP analysis. An occult HBV infection rate of 10.5% (2/19) was found. Our findings indicate that hepatitis B remains an important public health concern among prison inmates and active TB/HBV co-infection need to be addressed for effective treatment.
Palavras-chave: Coinfecção
Tuberculose
Vírus da Hepatite B
Coinfection
Tuberculosis
Hepatitis B virus
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/2678
Data do documento: 2015
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Farmácia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Luciana Maria Marangoni Iglecias.pdf1,23 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.