Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/2661
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorBatiston, Adriane Pires-
dc.contributor.authorUtida, Karina Ayumi Martins-
dc.date.accessioned2016-03-28T20:58:21Z-
dc.date.available2016-03-28T20:58:21Z-
dc.date.issued2015-
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufms.br/handle/123456789/2661-
dc.description.abstractObjetivo: Analisar a recuperação funcional de pacientes após AVC atendidos por equipe multiprofissional em uma Unidade de Cuidados Continuados Integrados (UCCI) e identificar fatores associados aos ganhos de funcionalidade. Método: Trata-se de estudo transversal com dados secundários de 34 pacientes atendidos no período de um ano em unidade de reabilitação, em que a atuação da equipe se dá em caráter integral e de forma humanizada, visando promover ganhos de funcionalidade e resgate da autonomia. Foram investigados os prontuários quanto aos dados sociodemográficos, hábitos de vida, tipo de AVC, tempo de internação e nível de independência funcional de admissão e alta, com base no Índice de Barthel. Resultados: A maior parte dos pacientes na admissão apresentava dependência total ou grave (55,9%), e na alta, a maior parte dos pacientes apresentava dependência leve ou independência total (55,9%). Em relação à dependência total, houve uma diminuição significativa no percentual de pacientes com este grau de dependência (p<0,001). Não houve relação entre o ganho de funcionalidade e as variáveis estudadas. Conclusão: Os resultados mostraram que o programa de reabilitação proposto trouxe um desfecho positivo sobre a funcionalidade e que os ganhos de funcionalidade não apresentaram associação com as variáveis estudadas.pt_BR
dc.description.abstractABSTRACT - Objective: To evaluate the functional recovery of stroke patients assisted by multidisciplinary team in a Continuous Care Unit (UCCI) and to identify factors associated with the functionality gains. Method: It is a cross-sectional study using secondary data from 34 patients assisted during one year in a rehabilitation unit, in which the team works in an integral and humane way, providing functionality gains and rescue the autonomy. The medical records were investigated for demographic data, lifestyle, type of stroke, duration of hospitalization and level of functional independence in the admission and discharge based on the Barthel Index. Results: Most of the patients at admission presented wholly or severe dependence (55.9%); at discharge, most patients presented mild dependence or full independence (55.9%). With regard to total dependence, there was a significant decrease in the percentage of patients with such degree of dependence (p <0.001). No relationship was observed between the functionality gain and the variables studied. Conclusion: The results showed that the proposed rehabilitation program has brought a positive outcome on the functionality and the functionality gains were not associated with the variables studied.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsAcesso Restritopt_BR
dc.subjectAcidente Vascular Cerebralpt_BR
dc.subjectCerebrovascular Diseasept_BR
dc.subjectReabilitaçãopt_BR
dc.subjectRehabilitationpt_BR
dc.subjectHospitais - equipe médicapt_BR
dc.subjectHospitals - medical staffpt_BR
dc.titleNível de independência funcional de pacientes atendidos por equipe multiprofissional em uma unidade de reabilitaçãopt_BR
dc.typeTrabalho de Conclusão de Cursopt_BR
Aparece nas coleções:Especialização em Residência Multiprofissional em Cuidados Continuados Integrados

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
KARINA AYUMI MARTINS UTIDA.pdf290,32 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.