Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/2656
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Título: A influência de cuidados continuados integrados sobre a independência funcional dos pacientes atendidos por equipe multiprofissional
Autor(es): Budib, Mariana Bogoni
Abstract: CONTEXTUALIZAÇÃO: As pessoas idosas são mais susceptíveis a serem acometidas por doenças e agravos crônicos, que podem levar a um estado de dependência física parcial ou total. Essa realidade causa um enorme impacto na organização do sistema de saúde, portando vem se pensando em uma intervenção que busque preservação das capacidades físicas e cognitivas relacionadas ao cidadão idoso. OBJETIVO: Avaliar o nível de funcionalidade e sua relação com fatores sociodemográficos e comorbidades em idosos atendidos em uma unidade de Cuidados Continuados Integrados. MÉTODOS: Trata-se de um estudo transversal com coleta de dados dos prontuários de pacientes que sofreram algum evento ou uma doença incapacitante, e que foram internados para reabilitação em uma Unidade de Cuidados Continuados Integrados. O ganho funcional foi avaliado através do índice de Barthel e também foi realizada comparando com variáveis sociodemográficas e comorbidades. RESULTADOS: Um total de 37 pacientes com média de idade de 70,41(±1,40) foram admitidos para reabilitação funcional devido a AVC isquêmico (64,9%), AVC hemorrágico (5,4%), neuropatia do doente critico (5,4%) e imobilidade por outras patologias (24,3%). O ganho funcional total foi de 24,05 (±3,84) pontos, com média de estadia de 32,32(±2,18) dias, não houve relação entre o ganho no Índice de Barthel e as variáveis estudadas. CONCLUSÃO: Este estudo não encontrou associação entre funcionalidade e os fatores sociodemográficos e comorbidades. O que sugere que o ganho funcional pode estar relacionado com o atendimento multiprofissional sob o modelo de Cuidados Continuados Integrados
ABSTRACT - CONTEXTUALIZATION: The elderly are more susceptible to diseases and chronic diseases, leading to a state of partial or total physical dependence. This reality causes a major impact on the health system organization, so it has been thought about an intervention that seeks to preserve the physical and cognitive abilities related to the elderly. OBJECTIVE: To assess the influence of integrated continuous care on the functionality of the patients assisted by multidisciplinary team. METHODS: It is a cross-sectional study with data collection from medical records of patients who experienced an event or a disabling illness; they were admitted to rehabilitation with multidisciplinary care. Functional improvement was evaluated using the Barthel Index and was also held compared with sociodemographic variables and comorbidities . RESULTS: A total of 37 patients with a mean age of 70.41 (± 1.40) were admitted for functional rehabilitation due to ischemic stroke (64.9%), hemorrhagic stroke (5.4%), neuropathy of the patient's critical (5.4%), and other pathologies immobility (24.3%). The overall functional gain was 24.05 (± 3.84) points, with an average stay of 32.32 ± 2.18 days; there was no relationship between the gain in the Barthel Index and the studied variables. CONCLUSION: This study found no association between functionality and sociodemographic factors and comorbidities . Which suggests that the functional gain may be related to the multidisciplinary care under the model of Continuous Care.
Palavras-chave: Envelhecimento
Aging
Idoso
Older People
Reabilitação
Rehabilitation
Tipo de Acesso: Acesso Restrito
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/2656
Data do documento: 2015
Aparece nas coleções:Especialização em Residência Multiprofissional em Cuidados Continuados Integrados

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MARIANA BOGONI BUDIB.pdf302,24 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.