Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/2323
Tipo: Dissertação
Título: Atividade antimicrobiana dos extratos hidroalcoólicos dos frutos do Cerrado Genipa americana L., Dipteryx alata Vog. E Vitex cymosa Bert
Autor(es): Santos, Fabiola Brandão dos
Primeiro orientador: Ramos, Maria Isabel Lima
Miyagusku, Luciana
Abstract: A resistência microbiana é um sério problema de saúde pública que ocorre no mundo todo, os microrganismos adquirem mecanismos que os tornam resistentes aos mais diversos agentes antimicrobianos. Assim, buscam-se novas alternativas para o tratamento das infecções causadas por esses agentes. O cerrado brasileiro contém inúmeras espécies com compostos bioativos e potencial antimicrobiano, tais como, os frutos de Genipa americana L. (jenipapo), Dipteryx alata Vog. (baru) e Vitex cymosa Bert. (tarumã). A presente pesquisa teve como objetivo avaliar a atividade antimicrobiana dos extratos hidroalcoólicos dos frutos jenipapo, baru e tarumã frente aos microrganismos Staphylococcus aureus, Escherichia coli, Pseudomonas aeruginosa e Candida albicans, através dos testes de difusão em disco e microdiluição. Os principais resultados obtidos em relação ao extrato de jenipapo mostraram halos de inibição frente a todos os microrganismos testados, com destaque para o extrato da polpa a 30% que obteve os maiores halos, em especial para o Staphylococcus aureus (6,5mm). Os extratos do baru apresentaram resultados satisfatórios nos testes de difusão em disco, sendo que a polpa obteve maiores halos de inibição para S. aureus e os extratos da casca a 20 e 30% foram melhores para E. coli. Os extratos de tarumã mostraram bons resultados, com destaque para os extratos da polpa e semente a 30%, com maiores halos de inibição para S. aureus. No teste de microdiluição, os extratos de jenipapo apresentaram concentração inibitória mínima (CIM) e microbicida mínima (CMM) para todos os microrganismos testados em diluições consideradas satisfatórias (1:32 a 1:64). Os extratos de baru e de tarumã obtiveram CIM e CMM para todos os microrganismos, exceto para P. aeruginosa (baru) e para C. albicans (tarumã). Todos os frutos apresentaram grande potencial para atividade antimicrobiana frente aos quatro microrganismos testados. Novos estudos devem ser elaborados com intuito de isolar e identificar os compostos bioativos com atividade antimicrobiana, além de ensaios de potencial farmacológico dos mesmos.
ABSTRACT - Microbial resistance is a serious public health problem that occurs worldwide, microorganisms acquire mechanisms that make them resistant to various antimicrobials. Therefore new alternatives for the treatment of infections caused by these agents are needed. The Brazilian cerrado contains many species with bioactive compounds and antimicrobial potential, such as the fruits Genipa americana L. (jenipapo), Dipteryx alata Vog. (baru) and Vitex cymosa Bert. (tarumã). This research aimed to evaluate the antimicrobial activity of hydroalcoholic extracts of fruits genipap, baru and tarumã against the microorganisms Staphylococcus aureus, Escherichia coli, Pseudomonas aeruginosa and Candida albicans, through the disk diffusion tests and microdilution. The main results obtained in relation to jenipapo extract showed inhibition zones forward to all the microorganisms, especially the 30% pulp extract that obtained the largest inhibition zones, especially for Staphylococcus aureus (6.5mm). The baru extracts presented satisfactory results in disk diffusion tests, the pulp had higher inhibition zones for S.aureus, and 20 and 30% of bark extracts were better for E.coli. The tarumã extracts had good results too, especially the extracts of its 30% pulp and seeds which had the largest inhibition zones S. aureus. In microdilution test, the jenipapo extracts showed minimum inhibitory concentration (MIC) and minimal microbicidal (MMC) for all microorganisms tested dilutions considered satisfactory (1:32 to 1:64). The baru and tarumã extracts obtained MIC and MMC for all microorganisms except for P. aeruginosa (baru) and C. albicans (tarumã). All fruits have great potential for antimicrobial activity against the four microorganisms tested but new studies should be performed aiming to isolate and identify the bioactive compounds with antimicrobial activity as well as potential pharmacological tests should be done.
Palavras-chave: Antibacterianos
Anti-Infecciosos
Antifúngicos
Testes de Sensibilidade Microbiana
Frutas
Cerrados
Anti-Bacterial Agents
Anti-Infective Agents
Antifungal Agents
Microbial Sensitivity Tests
Fruit
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/2323
Data do documento: 2015
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Saúde e Desenvolvimento na Região Centro-Oeste

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Fabiola Brandao dos Santos.pdf126,65 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.