Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/2082
Tipo: Dissertação
Título: Influência do cálcio e do magnésio sobre o peso corporal: uma abordagem experimental com ratos Wistar em crescimento
Título(s) alternativo(s): The influence of calcium and magnesium on body weight: an experimental approach with growing Wistar rats
Autor(es): Ramires, Amariles Diniz
Primeiro orientador: Braga Neto, José Antonio
Oliveira Júnior, Silvio Assis de
Abstract: O aumento do peso corporal constitui um grave problema mundial de saúde pública, pelo risco elevado de doenças associadas, como diabetes, doenças cardiovasculares, hipertensão e algumas formas de câncer. A escolha de alimentos com alto valor energético e pobres em micronutrientes agrava o quadro nutricional e contribui para a deficiência de minerais importantes para a saúde humana. O uso de minerais, entre eles o cálcio e o magnésio, no controle do peso corporal tem sido objeto de várias pesquisas. O objetivo deste estudo foi analisar a suplementação da ração de ratos Wistar com os minerais cálcio e magnésio. Para tanto, conduziu-se um ensaio biológico com 24 animais, distribuídos em quatro grupos de seis. O grupo controle (GI) recebeu ração no padrão AIN-93G (19,74% de proteína, 7,48% de lipídeo, 52,64% de carboidrato e 3,5% de mistura salina, com 5 000 mg de cálcio e 500 mg de magnésio por quilo de ração); o grupo suplementado com cálcio (GII) recebeu essa ração contendo aproximadamente o quádruplo deste mineral; o grupo suplementado com magnésio (GIII) a recebeu com aproximadamente o quádruplo deste mineral; e o grupo suplementado com lipídeo (GIV) a recebeu com adição de 14% de óleo vegetal, porém sem suplementação dos minerais. As rações mantiveram-se isocalóricas (3,57 kcal/g). As variáveis mensuradas foram peso, coeficiente de eficácia alimentar, morfologia de fígado e rim e os seguintes parâmetros laboratoriais: colesterol total (CT), lipoproteína de alta densidade (HDL), lipoproteína de baixa densidade (LDL), triglicérides (TG) e cálcio e magnésio séricos. Ao fim de 35 dias, constatou-se que os animais do grupo GII apresentaram menor índice de eficácia alimentar, quando comparados com os demais grupos, e consequentemente menor peso corporal, e também apresentaram aumento significativo nos níveis de VLDL, TG e cálcio sérico e diminuição no de magnésio sérico. As análises morfológicas de fígado e rim revelaram alteração tecidual em todos os grupos que receberam suplementação. A suplementação com cálcio revelou-se um possível recurso para o controle do peso corporal, diferentemente do observado com os animais que receberam suplementação de magnésio, cujos resultados se assemelharam aos dos controles.
ABSTRACT - The increase in body weight is a serious global public health problem, with high risk of associated diseases such as diabetes, cardiovascular disease, hypertension, and some forms of cancer. The option for foods with high energy value but poor in micronutrients increases the nutritional status and contributes to the deficiency of important minerals in human health. The use of minerals, among them calcium and magnesium, to control body weight has been the object of several studies. The purpose of this study was to investigate the effect of with the calcium and magnesium supplementation in diets offered to Wistar rats. To this end, a biological assay was conducted with 24 animals, distributed in four groups of six. The control group (GI) received feed prepared according to the AIN-93G standard (19.74% protein, 7.48% lipid, 52.64% carbohydrate, and 3.5% saline mixture, with 5000 mg of calcium and 500 mg of magnesium per kilogram of feed); the calcium-supplemented group (GII) received this diet containing approximately four times this mineral; the group supplemented with magnesium (GIII) received approximately four times this mineral; and the lipid-supplemented group (GIV) received it with a 14% addition of vegetable oil, but no mineral supplementation. The diets were isocaloric (3.57 kcal/g). The variables measured were weight, feed efficiency coefficient, liver and kidney morphology, and the following laboratory parameters: total cholesterol (TC), high-density lipoprotein (HDL), low-density lipoprotein (LDL), triglycerides (TG), and serum calcium and magnesium levels. After 35 days, the GII animals showed the lowest level of feed efficiency, when compared with the other groups, and consequently exhibited lower body weight, with a significant increase in VLDL, TG and serum calcium levels and a decrease in serum magnesium. The morphological analysis of liver and kidney revealed tissue changes in all groups that received supplementation. The supplementation with calcium proved a possible resource for body weight control, in contrast with that observed in the animals that received magnesium supplementation, whose results were similar to those of controls.
Palavras-chave: Suplementos Dietéticos
Ratos Wistar
Cálcio na Dieta
Magnésio
Peso Corporal
Ração Animal
Dietary Supplements
Rats, Wistar
Calcium, Dietary
Magnesium
Body Weight
Animal Feed
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/2082
Data do documento: 2014
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Saúde e Desenvolvimento na Região Centro-Oeste

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Amariles Diniz Ramires.pdf683,96 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.