Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1689
Tipo: Dissertação
Título: Influência dos tratamentos de superfície das cerâmicas em zircônia na força de união
Autor(es): Satake, Alessandra
Abstract: Este trabalho teve como objetivo analisar as evidências científicas atuais sobre os métodos de tratamento de superfície da zircônia mais indicados para uma melhor adesão aos cimentos resinosos, de acordo com a literatura cientifica, entre o período de janeiro de 2007 a fevereiro de 2012. Infraestruturas de zircônia ganharam destaque entre os materiais de prótese fixa devido as suas propriedades físicas, biológicas e estéticas. Contudo, o processo de união dessa estrutura aos cimentos odontológicos ainda é motivo de questionamentos. As cerâmicas em zircônia se caracterizam por apresentar uma superfície extremamente dura e não possuir sílica em sua composição, impossibilitando o emprego do tratamento padrão utilizado para as cerâmicas feldspáticas (ácido fluorídrico e silano). Por este motivo, vários tipos de tratamento de superfície vêm sendo investigados na tentativa de melhorar a interface de união cimento/zircônia. As bases de dados utilizadas foram: Medline, Pubmed e Web of Science após o levantamento bibliográfico foram encontrados 3237 estudos, destes apenas 376 eram sobre o tema da pesquisa, nenhum estudo clínico foi encontrado somente estudos in vitro. Foram aplicados os testes de relevância, restando 21 artigos para a análise final. Após extração dos dados observou-se que os melhores resultados foram encontrados na associação do jateamento ou revestimento de sílica com primers metálicos ou silanos. Não foi possível realizar uma análise quantitativa devido à heterogeneidade dos estudos em relação ao tipo de tratamento, cimento utilizado, tipo de envelhecimento, teste mecânico, forma de aplicação do teste de termociclagem, forma de armazenamento, dentre outros. É necessário o estabelecimento de normas internacionais para realização de pesquisas científicas.
This study aims to examine current scientific evidences about the methods of surface treatment of zirconia most suitable for better adhesion to resin cements according to the scientific literature, between the periods January 2007 to February 2012. Infrastructure of zirconia gained prominence among the fixed prosthesis because of its physical, biological and aesthetic properties. However, the process of union of this structure to dental cements is still a question. The zirconia ceramics are characterized by their extremely hard surfaces and have no silica in the composition, preventing use of the same type of treatment of feldspatic ceramics (hydrofluoric acid and silane). Several types of surface treatment are being investigated in an attempt to improve the cement/zirconia bonding interface. The databases used were Medline, Pubmed and Web of Science. After the literature were applied inclusion and exclusion criteria, remaining 21 articles for final analysis. After the extraction of the data collected, it was observed that the best results were found in association with air abrasion or silica coating and metal primers, or silanes. It was unable to perform a quantitative analysis due to heterogeneity of the studies regarding the type of treatment, cement used, type of aging, mechanical testing, method of applying the thermal cycling test, the storage form, among others. It is necessary to establish international standards for conducting scientific research.
Palavras-chave: Cerâmica
Ceramics
Cimentos de Resina
Resin Cements
Materiais Biomédicos e Odontológicos
Biomedical and Dental Materials
Prótese Dentária
Dental Prosthesis
Zircônio
Zirconium
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1689
Data do documento: 2012
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Saúde e Desenvolvimento na Região Centro-Oeste

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Alessandra Satake.pdf708,87 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.