Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1644
Tipo: Dissertação
Título: Prevalência de luxação congênita do quadril em recém natos de julho a dezembro/2009 Em Campo Grande - MS
Autor(es): Ferreira, Aurélio
Abstract: OBJETIVO: estudar a prevalência de luxação congênita do quadril em recém-nascidos na cidade de Campo Grande (MS). MÉTODO: Foram avaliados os recém-nascidos em hospitais-maternidade da região metropolitana de Campo Grande (MS), no período compreendido entre o mês de julho a dezembro de 2009, com realização do teste de Ortolani nos quadris considerados suspeitos ao exame pediátrico na sala de parto. A análise estatística foi realizada utilizando-se o “Software” SPSS, versão 13.0. RESULTADOS: a avaliação ortopédica foi realizada em 69,7% de todos os recém-nascidos no período de Julho a Dezembro/2009 em Campo Grande/MS, sendo diagnosticado teste de Ortolani positivo em 0,8% (n=34) deles, (8,49/1000 nascimentos); o teste de Ortolani foi positivo à direita em 32,4%, à esquerda 50,0% e positivo bilateralmente em 17,6% dos recém-nascidos. A presença de luxação congênita do quadril foi confirmada por exame ortopédico e radiológico em 8,8% dos recém-nascidos com teste de Ortolani positivo. CONCLUSÕES: a prevalência de luxação congênita do quadril em Campo Grande – MS no período de Julho a Dezembro/ 2009 foi de 0,75/1.000; os recém-nascidos do gênero feminino, cor parda, e o quadril esquerdo foram os mais afetados. O teste de Ortolani é um método sensível para a detecção precoce da luxação congênita do quadril em recém-nascidos; estudos visando os aspectos epidemiológicos de afecções ortopédicas, como a luxação congênita do quadril, devem ser incentivados durante a formação acadêmica dos médicos.
OBJECTIVE: to study the prevalence of congenital hip dislocation in newborn babies in the city of Campo Grande (MS). METHOD: during a six-month period, newborn babies were appraised in the Campo Grande metropolitan area maternity hospital, from July through December 2009. Ortolani tests were run in hips considered suspect during pediatric exams in the delivery room. Statistical analysis was accomplished with the use of SPSS software, version 13.0. RESULTS: orthopedic evaluation was accomplished in 69.7% of the newborn babies, out of which 0.8% (n=34) were diagnosed positive in the Ortolani test, (8.49/1000 births); Ortolani tests resulted 32.4% positive for the right side, 50.0% for the left side, and 17.6% positive for the left side and right in the newborn. The presence of congenital hip dislocation was confirmed by orthopedical and radiologic evaluation in 8.8% of the newborn babies considered positive in the Ortolani test. CONCLUSIONS: the congenital hip dislocation prevalence in Campo Grande (MS), from the July through December, 2009 was of 0.75/1,000; in this study, newborn white girls were more affected by congenital hip dislocation. Ortolani test is an accurate method for early diagnosis of congenital hip dislocation in newborn babies. Further studies should be supported in medical schools to understand the epidemic aspects of orthopedic diseases, such as congenital hip dislocation.
Palavras-chave: Luxação Congênita de Quadril
Hip Dislocation, Congenital
Anormalidades Musculoesqueléticas
Musculoskeletal Abnormalities
Recém-Nascido
Infant, Newborn
Prevalência
Prevalence
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1644
Data do documento: 2011
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Saúde e Desenvolvimento na Região Centro-Oeste

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Aurelio Ferreira.pdf2,13 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.